Edição do dia

Quarta-feira, 7 de Dezembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
15.9 ° C
17.1 °
15.9 °
77 %
8.2kmh
20 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
22 °
Sáb
22 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Elsie Ao Ieong repete que não há planos para novo teste em...

      Elsie Ao Ieong repete que não há planos para novo teste em massa

      A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura voltou a afastar a possibilidade de realizar um teste em massa após o surgimento de alguns casos positivos com ligação aZhuhai. Elsie Ao Ieong assegurou que a situação epidémica em Macau está sob controlo. Por outro lado, as autoridades informaram ontem que foi detectado mais uma infecção em Zhuhai, que executou trabalho de limpeza em dois hotéis.

      O Governo de Macau não tem, para já, planos para iniciar uma nova ronda de teste de ácido nucleico massivo, assumiu novamente Elsie Ao Ieong, secretária para os Assuntos Sociais e Cultura.

      A responsável frisou ontem que espera minimizar o impacto na sociedade e população e executar um trabalho de prevenção e controlo da epidemia mais preciso, acreditando que o risco da infecção para Macau “é controlável” se hoje os resultados dos testes para pessoas nas actuais zonas-alvo forem todos negativos. Hoje é o último dia de testagem obrigatória, segundo noticiou a Rádio Macau em língua chinesa.

      Recorde-se que foram detectados mais dois casos positivos de Covid-19 no território no fim-de-semana, e Elsie Ao Ieong adiantou posteriormente que não iria ser lançado um teste em massa, visto que “a cadeia de transmissão do vírus é clara”. As autoridades anunciaram no passado sábado a realização de testes obrigatórios para zonas-chave durante cinco dias, abrangendo determinadas áreas na zona central da cidade, nas imediações da Barra e nos hotéis Sands e Harbourview.

      Por outro lado, o Governo implementou esta semana uma nova medida devido à situação epidémica “mais crítica” na cidade de Zhuhai, passando a exigir a todos os indivíduos, quer residentes de Macau quer não residentes, provenientes do interior da China um teste de ácido nucleico no segundo dia a contar do dia seguinte à data de entrada no território. A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura indicou que, com a medida, houve na segunda-feira mais de 30 mil pessoas sujeitas a teste.

      Questionada sobre a impossibilidade de participação no Grande Prémio por parte de alguns pilotos devido ao confinamento forçado, por estarem hospedados no Hotel Harbourview, Elsie Ao Ieong revelou ter discutido com os Serviços de Saúde para estudar um circuito fechado para os pilotos participarem na corrida sem cumprir a quarentena, mas acabou por não optar essa proposta, dado que não queria elevar o risco da pandemia com a realização do Grande Prémio. A governante considerou que, “sob a política da meta dinâmica de infecção zero, deve haver um equilíbrio entre a prevenção epidémica e a realização de eventos a grande escala”.

      Um piloto local, Billy Lo, avançou ontem à imprensa chinesa que existem pelo menos quatro pilotos afectados pelo confinamento, estando desiludido por ter preparado a prova durante um ano e afinal não poder participar no Grande Prémio. O piloto disse acreditar que o incidente pode diminuir a vontade dos pilotos estrangeiros competirem em Macau no próximo ano.

      Novo caso detectado em Zhuhai fez trabalhos de limpeza em dois casinos de Macau

      O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus informou ontem que foi registado mais um caso positivo em Zhuhai, de um homem do interior da China de 52 anos, trabalhador de limpeza em Macau, que testou positivo na segunda-feira. Segundo a investigação epidemiológica preliminar dos Serviços de Saúde, trata-se de um trabalhador de limpeza da “Companhia de Serviços de Ying Nong Limitada”. O homem deslocava-se diariamente a Macau. Executou, no dia 20 deste mês, trabalhos de limpeza no “Clube Leão” localizado no 2.º andar do MGM em Macau e desempenhou trabalhos de limpeza na obra da construção da Fase 3A do Hotel Galaxy no dia 21.

      Prolongadas restrições de teste de 24 horas na passagem fronteiriça

      O Grupo de Trabalho de Prevenção e Controlo Conjuntos Zhuhai – Macau anunciou que a medida em vigor de apresentação obrigatória de resultado negativo com validade de 24 horas do teste de ácido nucleico, para a passagem fronteiriça entre Macau e Zhuhai, será prolongada por mais sete dias, até à meia-noite de 30 de Novembro. As autoridades referiram que tem a ver com a “necessidade de prevenção epidémica” e que as medidas podem ser ajustadas de acordo com a evolução de risco.