Edição do dia

Quinta-feira, 18 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.3 ° C
28.9 °
26.9 °
94 %
3.1kmh
40 %
Qua
27 °
Qui
28 °
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaCurso de talentos da área financeira contou com 70 participantes

      Curso de talentos da área financeira contou com 70 participantes

      A Autoridade Monetária de Macau (AMCM) e o Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa (Fundo China-Países de Língua Portuguesa) organizaram conjuntamente, no dia 4 de Novembro, a 4.ª Edição do “Curso de formação de curta duração dos talentos da área financeira de Macau”, o qual decorreu em formato online e contou com a participação de mais de 70 representantes da AMCM, bem como da Associação de Bancos de Macau, da Associação das Seguradoras de Macau, da Associação dos Mercados Financeiros de Macau e da Associação da Indústria de Valores Mobiliários e Fundos de Macau.

      O curso esteve subordinado aos temas “Construção da capacidade financeira da Grande Baía e de Macau e gestão de fortunas”, para o efeito, foram convidados especialistas e formadores da China continental que abordaram com os formandos sobre tópicos como “os conceitos fundamentais da gestão de fortunas, a sua evolução e tendências, a forma de desenvolver, por parte das instituições financeiras, as actividades da gestão de fortunas, as oportunidades e os desafios emergentes da supervisão do sector de gestão de fortunas da China, bem como partilharam as experiências do Fundo China-Países de Língua Portuguesa, em relação à realização de investimentos”.

      No seu discurso, o presidente do Fundo de Desenvolvimento China-África, Shi Wenju, sublinhou, em representação do Fundo China-Países de Língua Portuguesa, que iria aproveitar, de forma proactiva, as grandes oportunidades decorrentes da construção da Grande Baía e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong-Macau em Hengqin, de modo a reforçar os laços estabelecidos com o Governo da RAEM e as respectivas instituições, bem como “continuar a promover, através da realização de seminários, cursos de formação, intercâmbios e aprendizagens entre as instituições e empresas de Macau com as congéneres do interior da China, apoiando assim a construção da capacidade financeira de Macau, para que Macau possa registar um desenvolvimento de alto nível de qualidade, na conjuntura do desenvolvimento nacional do país”.

      Por sua vez, a administradora da AMCM Verónica Kuan Evans apontou que “a formação de talentos constitui um factor extremamente pertinente para o desenvolvimento sustentável do sector financeiro, tendo manifestado, em especial, os seus sinceros agradecimentos ao Fundo China-Países de Língua Portuguesa, pela continuidade dada ao desenvolvimento duma cooperação com a AMCM, tendo proporcionado oportunidades de formação profissional aos operadores do sector financeiro de Macau, bem como pela participação activa do sector de Macau”.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau