Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaNúmero de contactos comerciais e acordos de cooperação deve aumentar

      Número de contactos comerciais e acordos de cooperação deve aumentar

      A ideia foi transmitida aos jornalistas por Vincent U, presidente substituto do IPIM. Cinco sessões de bolsas de contactos temáticas ajudam mais de 200 empresas a explorarem oportunidades de negócio. O aumento do número de stands da feira também poderá contribuir para este aumento, assumiu ainda o responsável.

      A 27.ª Feira Internacional de Macau (MIF), a Exposição de Franquia de Macau (MFE) e a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (PLPEX) arrancaram ontem e decorreram de forma paralela no mesmo local, o Cotai Expo.

      Este ano, no sentido de promover com empenho o desenvolvimento das quatro principais indústrias, foram organizadas cinco sessões de bolsas de contactos temáticas que focam áreas como a medicina tradicional chinesa e big health, tecnologia de ponta e projectos científicos e tecnológicos, Países de Língua Portuguesa e Macao Ideas.

      As bolsas de contactos realizadas ontem atraíram a participação de mais de 100 instituições de capital de risco e PMEs, tendo contribuído para atingir mais de 80 encontros comerciais. Além disso, referiu a organização em nota de imprensa, ainda foram coordenadas quatro sessões de celebração de protocolos de projectos, que abrangem investimento inovador entre Zhejiang e Macau, cooperação de fundos de Pre-REITs e acordos de cooperação no investimento em indústrias de inovação científica e tecnológica.

      De acordo com o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), “o evento reuniu mais de 50 projectos, de áreas como medicina tradicional chinesa e ‘big health’, projectos de inovação científica e tecnológica, desporto, novas energias, entre outras, sendo cerca de 60% desses projectos da autoria de PMEs de Macau”. Além disso, pode ler-se, “foram mobilizadas mais de 30 instituições de capital de risco para participar no evento”.

      Referiu ainda o IPIM que o evento “contribuiu não só para incentivar as entidades de investimento e financiamento das duas partes a aproveitarem a plataforma da MIF para explorar as oportunidades de negócio entre si com base nas suas necessidades, mas também para proporcionar possibilidades de expansão do negócio às PMEs de Macau e promover o desenvolvimento da indústria de finanças modernas de Macau”.

      Também ontem, a MIF organizou uma sessão de bolsas de contactos no âmbito de Macao Ideas e a cerimónia de lançamento da máquina de venda inteligente de “Macao Ideas”. Na ocasião, para além das bolsas de contactos organizadas para 23 expositores do Macao Ideas.

      Por último, quase 40 expositores da PLPEX e agentes de produtos dos países de língua portuguesa foram coordenados para realizar encontros comerciais com as empresas visitantes do evento, fornecendo serviços de bolsas de contactos mais direccionados para ajudar os produtos dos países lusófonos a expandir o seu mercado, potenciando, assim, o papel de Macau como a plataforma sino-lusófona.