Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaXi pede luta com união pela construção integral de uma China moderna...

      Xi pede luta com união pela construção integral de uma China moderna socialista no 20.º Congresso Nacional do PCC

      Xi Jinping pediu que todos os membros do Partido Comunista da China (PCC) lutem com união pela construção integral de um país socialista moderno na inauguração do 20.º Congresso Nacional do PCC, que ocorreu ontem.

      O congresso ocorre em um momento crítico, uma vez que todo o Partido e o povo chinês de todos os grupos étnicos iniciam uma nova jornada para a construção integral de um país socialista moderno rumo à meta de luta do “segundo centenário”, disse Xi na sessão de abertura do congresso.

      O tema do congresso é manter erguida a grande bandeira do socialismo com características chinesas, aplicar integralmente o pensamento sobre o socialismo com características chinesas para a nova era, promover o grande espírito fundador do Partido, manter a autoconfiança e o autofortalecimento, persistir nos princípios fundamentais e na inovação, trabalhar arduamente com espírito empreendedor, avançar com coragem e perseverança, e lutar com união pela construção integral de um país socialista moderno e pela promoção integral da grande revitalização da nação chinesa, assinalou Xi.

      “O PCC já percorreu uma jornada de luta ao longo de cem anos. O nosso Partido está comprometido com a grande causa da nação chinesa, também se dedica à nobre causa da paz e do desenvolvimento da humanidade, assumindo grandes responsabilidades e missões gloriosas”, prosseguiu.

      “Ao permanecerem fiéis à aspiração inicial e à nossa missão, todos os camaradas do Partido devem conservar-se modestos e prudentes, trabalhar arduamente, ousar e saber lutar, e fortalecer a confiança e a iniciativa históricas, escrevendo capítulos mais esplêndidos do socialismo chinês na nova era”, ressaltou.

       

      Últimos cinco anos têm sido especiais e extraordinários, diz Xi

       

      Os últimos cinco anos desde o 19.º Congresso Nacional do Partido têm sido especiais e extraordinários, disse Xi Jinping neste domingo.

      “O Comité Central do Partido levou em consideração de forma coordenada a conjuntura estratégica da grande revitalização da nação chinesa e as mudanças profundas do mundo nunca vistas em um século, e elaborou importantes estratégias e planos sobre o desenvolvimento das causas do Partido e do Estado”, afirmou Xi na sessão de abertura do 20.º Congresso Nacional do PCC.

      “Também uniu e liderou todo o Partido, todo o exército e o povo de todos os grupos étnicos do país a lidarem efectivamente com a situação internacional severa e complexa e os grandes riscos e desafios surgidos sucessivamente, trabalhando com empreendedorismo para levar adiante o socialismo chinês na nova era”, acrescentou.

       

      Xi expõe três acontecimentos de grande significado na última década

       

      “Na última década, nós experimentámos três acontecimentos de grande significado actual e histórico às causas do Partido e do povo”, disse ontem Xi Jinping. “Abraçamos a celebração do centenário da fundação do Partido Comunista da China, a entrada na nova era do socialismo com características chinesas e a conclusão da tarefa histórica de erradicar a pobreza e construir uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos, primeira meta centenária”, exaltou Xi na sessão de abertura do congresso.

      “Trata-se de vitórias históricas que o PCC e o povo chinês obtiveram através da luta unida, que resplandecem na história de desenvolvimento da nação chinesa e que exercem uma influência profunda e de longo prazo ao mundo”, referiu também.

       

      Xi enfatiza manutenção e melhora do princípio “Um país, dois sistemas”

       

      Xi Jinping enfatizou ontem a importância da manutenção e melhora do princípio “Um país, dois sistemas”. “O princípio de ‘Um país, dois sistemas’ é uma grande inovação do socialismo com características chinesas, também o melhor arranjo institucional para manter a prosperidade e a estabilidade duradouras em Hong Kong e Macau após o seu retorno à pátria”, disse o líder chinês.

      “Devemos persistir nesse princípio por longo tempo”, apontou. “Devemos implementar plena, correcta e inabalavelmente os princípios de ‘Um país, dois sistemas’, ‘Hong Kong administrado por patriotas de Hong Kong’, ‘Macau administrado por patriotas de Macau’ e alto grau de autonomia, e persistir na administração de Hong Kong e Macau conforme a lei”, ressaltou Xi.

      “Vamos implementar a jurisdição total das autoridades centrais, os princípios de ‘Hong Kong administrado por patriotas’ e ‘Macau administrado por patriotas'”, salientou.

      “Vamos apoiar Hong Kong e Macau para desenvolverem a sua economia, melhorarem a vida da sua população e resolverem as contradições e os problemas subjacentes no seu desenvolvimento socioeconómico, e promover a prosperidade e a estabilidade de longo prazo dessas duas Regiões Administrativas Especiais (RAEs)”, garantiu Xi.

      “Vamos apoiar as duas RAEs a convergirem melhor no desenvolvimento geral nacional, fazendo com que as duas regiões desempenhem melhor o seu papel na materialização da grande revitalização da nação chinesa”, disse o governante.

       

      PCC impulsionará inabalavelmente a grande causa da reunificação nacional

       

      O Partido Comunista da China aplicará a estratégia geral do Partido para resolver a questão de Taiwan na nova era e impulsionará inabalavelmente a grande causa da reunificação nacional, afirmou Xi Jinping.

      “A solução da questão de Taiwan é um assunto próprio dos chineses e deve ser decidida pelos chineses”, ressaltou Xi. “Nós persistimos em trabalhar com a máxima sinceridade e os maiores esforços para alcançar uma perspectiva de reunificação pacífica, jamais prometeremos renunciar ao uso da força e reservaremos a opção de tomar todas as medidas necessárias. Isso não visa os compatriotas em Taiwan, mas a interferência das forças externas e um punhado de secessionistas que defendem a “independência de Taiwan” e suas atividades, assinalou.

      “As rodas históricas da reunificação do país e da revitalização da nação se movem sempre para frente, e a reunificação total da pátria deve e poderá ser concretizada! Nós sempre respeitamos, preocupamo-nos e beneficiamos os compatriotas em Taiwan. Continuaremos a promover os intercâmbios e as cooperações econômicas e culturais entre os dois lados do estreito. Estimularemos os compatriotas de ambos os lados a promover conjuntamente a cultura chinesa e a convergência afetiva de um com o outro”, acrescentou o líder chinês.

       

      China regista aumento histórico na força económica

       

      A China viu um aumento histórico da sua força económica na última década, disse Xi Jinping. O PIB da China cresceu de 54 triliões de yuans para 114 triliões de yuans na última década e passou a representar 18,5% da economia mundial, um aumento de 7,2 pontos percentuais. O país continuou sendo a ser a segunda maior economia do mundo e o seu PIB per capita subiu de 39.800 yuans para 81.000 yuans.

      A China ocupa o primeiro lugar no mundo em termos de produção de grãos e o seu sector manufactureiro é o maior do mundo, assim como suas reservas cambiais, referiu ainda Xi.

       

       

      PCC alcança vitória esmagadora e consolida plenamente êxitos na luta anticorrupção

       

      O Partido Comunista da China (PCC) alcançou uma vitória esmagadora e consolidou plenamente os êxitos na sua luta anticorrupção, disse Xi Jinping. “Perigos graves escondidos dentro do Partido, do país e das forças armadas foram removidos”, assinalou também o líder chinês.

      “Conduzimos uma batalha contra a corrupção numa escala sem precedentes na nossa história. Impulsionados por um forte sentido de missão, resolvemos ‘ofender alguns milhares em vez de falhar 1,4 bilião’ e limpar o nosso Partido de todos os seus males. Usamos uma combinação de medidas para ‘matar tigres’, ‘ esmagar moscas’ e ‘caçar raposas’, punindo funcionários corruptos de todos os tipos”, acrescentou.

      Tendências insalubres que eram descontroladas há muito tempo foram revertidas e problemas profundos que atormentaram o Partido durante anos foram resolvidos, alertou Xi, acrescentando que o encontrou uma segunda resposta para a questão de como escapar do ciclo histórico de ascensão e queda. “A resposta é autorreforma, garantindo que o Partido nunca mudará sua natureza, a sua convicção ou o seu carácter”, ressaltou.

       

      Grandes transformações nos últimos 10 anos revestem-se de um grande significado

       

      Xi Jinping disse que as grandes transformações nos últimos dez anos da nova era revestem-se de um grande significado tanto na história do Partido, da República Popular da China e da reforma e abertura quanto na história de desenvolvimento do socialismo e da nação chinesa.

      “Após percorrer um curso de cem anos de luta, o Partido tornou-se mais firme e forte no temperamento do carácter revolucionário”, apontou Xi na sessão de abertura do 20º Congresso Nacional do PCC. “É sempre o núcleo da liderança firme na jornada histórica de manter e desenvolver o socialismo com características chinesas”, destacou Xi, considerando que o povo chinês avança com uma força motriz mais poderosa, um espírito de luta mais elevado e uma convicção mais firme na vitória.

      “O PCC e o povo chinês estão a seguir em frente, com plena confiança, o grande salto da nação chinesa de levantar-se para crescer com prosperidade e se tornar forte”, exaltou Xi.

      O PCC tem impulsionado profundamente a reforma e abertura e a modernização socialista. “A causa de concretizar a grande revitalização da nação chinesa entrou em uma jornada histórica irreversível”, salientou o Presidente chinês.

      “O socialismo científico apresenta uma nova vitalidade na China do século XXI, e a modernização chinesa fornece uma nova opção para a concretização da modernização da humanidade”, afirmou. “O PCC e o povo chinês oferecem mais e melhor sabedoria, abordagem e força chinesa para resolver as questões comuns que a humanidade tem pela frente, dando novas e maiores contribuições à nobre causa da paz e do desenvolvimento da humanidade”, prosseguiu.

       

      Xi lista principais princípios para construir uma China socialista moderna

       

      Xi Jinping listou neste domingo os principais princípios na luta grande e árdua para construir uma China socialista moderna em todos os aspectos.

      “Devemos seguir e reforçar a liderança geral do Partido, seguir o caminho do socialismo com características chinesas, defender o conceito de desenvolvimento centrado no povo e aprofundar a reforma e abertura, além de continuar a difundir o espírito de luta”, disse o líder chinês.

      “O nosso futuro é brilhante, mas ainda temos um longo caminho a percorrer. É necessário fortalecer a dignidade, a integridade moral e a fonte de confiança de todo o Partido e do povo de todos os grupos étnicos do país. Levaremos adiante o espírito de não crer em falácias nem fantasmas e de não ter medo das opressões para avançar desafiando as dificuldades. Também precisamos coordenar o desenvolvimento e a segurança, superar com todos os esforços as dificuldades e os desafios no caminho de avanço e expandir os horizontes para o desenvolvimento da causa socialista com luta tenaz”, frisou.

       

      Democracia popular de processo integral é a democracia mais ampla, autêntica e eficaz

       

      A democracia popular de processo integral é a natureza essencial da democracia socialista, também “é a democracia mais ampla, autêntica e eficaz”, declarou Xi Jinping. “É preciso melhorar os sistemas para garantir a posição do povo como dono do país”, disse Xi.

      Ampliar a sua participação política ordenada e assegurar que o povo realize conforme a lei e de maneira democrática as eleições, as deliberações, a tomada de decisões, a administração e supervisão, além de estimular o entusiasmo, a iniciativa e a criatividade do povo, para consolidar e fomentar uma situação política caracterizada pelo dinamismo, vivacidade, estabilidade e unidade, acrescentou.

      “Devemos fortalecer a garantia institucional da posição do povo como dono do país, desenvolver integralmente a democracia consultiva, desenvolver activamente a democracia nas instâncias de base e consolidar e desenvolver a mais ampla frente unificada patriótica”, ressaltou.

       

      Xi salienta o aperfeiçoamento do sistema da distribuição de renda

       

      A China aperfeiçoará o sistema de distribuição de renda, defendendo o sistema de distribuição conforme o trabalho, que é o sistema dominante, e a coexistência de uma variedade de modos de distribuição.

      “Vamos persistir no princípio de ‘melhor pagamento aos que trabalham mais’, encorajar o povo a procurar a prosperidade por meio do trabalho duro”, disse Xi. “Vamos promover o acesso igual a oportunidades, aumentar a receita da população de baixa renda, e ampliar o tamanho da população de renda média”, destacou.

      A ordem da distribuição de renda e o mecanismo de acúmulo da fortuna serão bem regularizados, de acordo com Xi.

       

      China promoverá de forma activa e prudente realização de metas de carbono

       

      A China promoverá de forma activa e prudente a chegada ao pico das emissões de dióxido de carbono e a neutralização carbônica. “Com base na condição característica em termos de recursos energéticos da China, e persistindo em estabelecer o novo antes de eliminar o antigo, vamos avançar passo a passo e conforme o planeado para que as emissões de dióxido de carbono cheguem ao auge”, observou Xi.

      “Temos de promover profundamente a revolução energética, reforçar o uso limpo e eficiente do carvão, e planear e construir de forma acelerada o sistema energético de novo modelo. A China participará activamente da governança global sobre a resposta às mudanças climáticas, destacou o governante.

       

      Xi enfatiza defender a segurança nacional e estabilidade social

       

      Xi Jinping enfatizou também a modernização do sistema e da capacidade de segurança nacional da China e defender a segurança nacional e a estabilidade social. “A segurança nacional é o fundamento da revitalização da nação e a estabilidade social é um pré-requisito da prosperidade do país”, indicou Xi na sessão de abertura do 20º Congresso Nacional do PCC.

      “Precisamos aplicar inabalavelmente a visão holística de segurança nacional e implementar a salvaguarda da segurança nacional em todos os aspectos e todo o processo dos trabalhos do Partido e do Estado, a fim de garantir a segurança nacional e a estabilidade social”, frisou.

       

      China jamais procurará hegemonia nem praticará expansionismo

       

      A China jamais procurará a hegemonia nem praticará o expansionismo, garantiu Xi Jinping. “A China opõe-se com firmeza à hegemonia e política de força em todas as formas, à mentalidade da Guerra Fria, à interferência nos assuntos internos alheios e ao duplo critério. A China sustenta firmemente a política diplomática independente de paz, decide sempre a sua posição e políticas com base nos méritos de cada caso, e defende as normas básicas que regem as relações internacionais, além de salvaguardar a equidade e a justiça internacional”, afirmou Xi.

       

      China está dedicada a promover a criação de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade

       

      A China está dedicada a promover a criação de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade, disse Xi Jinping. “A China adere sempre ao propósito da política diplomática de defender a paz mundial e promover o desenvolvimento comum”, apontou.

      Enfatizando que a sociedade humana está a enfrentar desafios sem precedentes, Xi convocou os países do mundo a fomentar os valores comuns da humanidade como paz, desenvolvimento, equidade, justiça, democracia e liberdade, promover o conhecimento e o entendimento entre os povos, de forma a lidar juntos com os diversos desafios globais.

       

      PCC expõe objectivos e tarefas principais para os próximos cinco anos

       

      O Partido Comunista da China expôs objectivos e tarefas principais para os próximos cinco anos. Os objetivos e tarefas principais neste período são os seguintes:

       

      – Procuraremos novos avanços no desenvolvimento económico de alta qualidade; impulsionaremos a independência e o autofortalecimento da ciência e tecnologia; e alcançaremos importantes progressos no estabelecimento de um novo paradigma de desenvolvimento e de uma economia modernizada.

       

      – Daremos novos passos na reforma e abertura; promoveremos de forma profunda a modernização do sistema e da capacidade de governança nacional; aperfeiçoaremos o sistema de economia de mercado socialista; e criaremos basicamente um novo sistema de economia aberta em patamares mais elevados.

       

      – O nível da institucionalização, regulamentação e procedimentos da democracia popular de processo integral deve ser elevado e o sistema de Estado de Direito socialista com características chinesas deve se tornar mais aperfeiçoado.

       

      – Será enriquecida a vida intelectual e cultural do povo e serão fortalecidas a coesão da nação chinesa e a influência da cultura chinesa.

       

      – Será realizada a sincronização básica entre o aumento da renda dos residentes e o crescimento económico e entre o incremento da remuneração do trabalho e a melhoria da produtividade laboral; será melhorada a equalização do acesso aos serviços públicos básicos; e será aperfeiçoado o sistema de seguridade social em vários níveis.

       

      – O ambiente de vida nas áreas urbanas e rurais melhorará obviamente e serão obtidos resultados notáveis na construção de uma bela China.

       

      – Consolidaremos a segurança nacional; realizaremos como o previsto a meta do centenário da fundação do Exército Popular de Libertação; e promoveremos de forma sólida a construção de uma China de paz.

       

      – A posição e a influência internacionais da China serão elevadas e o país desempenhará um maior papel na governança global.

       

      PCC elabora objetivos gerais do desenvolvimento da China até 2035

       

      O Partido Comunista da China (PCC) elaborou os objectivos gerais do desenvolvimento da China até 2035, segundo um relatório submetido ao 20.º Congresso Nacional do PCC, que foi aberto neste domingo.

      Até 2035, os objectivos gerais do desenvolvimento da China são os seguintes:

       

      – O poder económico, científico e tecnológico e o poderio nacional crescerão significativamente, e o PIB per capita atingirá o nível dos países medianamente desenvolvidos.

       

      – Serão concretizadas a independência e o autofortalecimento da ciência e tecnologia de alto nível e a China se tornará num dos países inovadores na liderança mundial.

       

      – Uma economia modernizada deve ser estabelecida; um novo paradigma de desenvolvimento deve ser criado; e serão realizadas basicamente a industrialização de novo tipo, a informatização, a urbanização e a modernização agrícola.

       

      – Será concretizada basicamente a modernização do sistema e da capacidade de governança nacional; o sistema da democracia popular de processo integral se tornará mais aperfeiçoado; e o Estado, o governo e a sociedade regidos pela lei serão basicamente estabelecidos.

       

      – A China se tornará num país forte em educação, ciência e tecnologia, recursos humanos qualificados, cultura e desporto; será construída uma China saudável; e o poder brando cultural do nosso país será aumentado notavelmente.

       

      – O povo levará uma vida mais bela e feliz; a renda disponível per capita dos habitantes crescerá para um novo patamar; a percentagem do grupo populacional com renda média deve crescer consideravelmente; será garantido o acesso equitativo aos serviços públicos básicos; as zonas rurais contarão basicamente com condições de vida modernas; será mantida a estabilidade social de longo prazo; e o desenvolvimento integral humano e a prosperidade comum de todo o povo alcançarão progressos essenciais e mais óbvios.

       

      – O modo verde da produção e da vida será formado em todas as áreas da sociedade; as emissões de dióxido de carbono diminuirão gradualmente após atingirem o pico; haverá uma melhoria fundamental no eco-ambiente; e será alcançada basicamente a meta de construir uma China bela.

       

      – O sistema e a capacidade de segurança nacional serão fortalecidos de forma integral; e a modernização da defesa nacional e das Forças Armadas será basicamente realizada.

       

      Com base na conclusão básica da modernização, o PCC continuará a lutar para tornar a China, até meados do século presente, um grande país socialista moderno na liderança global em termos de poderio nacional integral e influência internacional.

       

      Xinhua

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau