Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaMIF irá focar-se em ‘big health’, tecnologia de ponta ou criatividade cultural

      MIF irá focar-se em ‘big health’, tecnologia de ponta ou criatividade cultural

      Na sua 27.ª edição, a Feira Internacional de Macau promete focar-se nas indústrias prioritárias, garantiu o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau. O evento terá lugar de 20 a 22 de Outubro na Cotai Expo do The Venetian Macao e terá uma área total de exposição superior a sete mil metros quadrados, que engloba a Exposição de Marcas de Medicina Tradicional Chinesa e de Saúde da China (Macau), a Exposição Internacional das Indústrias Culturais e Criativas (Macau) da China e, ainda, a Semana de Ciência e Tecnologia, bem como a Exposição de Resultados de Inovação e Tecnologia.

       

      A 27.ª edição da Feira Internacional de Macau (MIF, na sigla inglesa) incorporará, este ano, três exposições – a Exposição de Marcas de Medicina Tradicional Chinesa e de Saúde da China (Macau), a Exposição Internacional das Indústrias Culturais e Criativas (Macau) da China e, ainda, a Semana de Ciência e Tecnologia, bem como a exposição de resultados de inovação e tecnologia – e terá lugar, de 20 a 22 de Outubro, na Cotai Expo do The Venetian Macao, com uma área total de exposição superior a sete mil metros quadrados.

      De igual modo, a Exposição de Franquia de Macau e a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau), organizadas pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), serão realizadas de 20 a 22 de Outubro de 2022, na Cotai Expo do The Venetian Macao, em simultâneo e todas no mesmo local, anunciou em comunicado, na passada sexta-feira, a organização do evento.

      A MIF irá focar-se, este ano, nas indústrias prioritárias, como ‘big health’, tecnologia de ponta ou criatividade cultural, não descurando outras. A organização referiu que a cobertura industrial desta edição “é maior”, em comparação com o ano passado, “o que irá enriquecer ainda mais a experiência da participação das empresas nas convenções e exposições”. Ao mesmo tempo, assumiu o IPIM, “será implementada a interligação transectorial através do modelo de cooperação “indústrias + convenções e exposições”, de forma a apoiar o desenvolvimento das quatro indústrias principais e promover o desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau”.

      A Exposição de Marcas de Medicina Tradicional Chinesa e de Saúde da China (Macau) irá cobrir quatro domínios principais, revelou o IPIM no mesmo comunicado. Medicina Tradicional, ‘big health’, inovação inteligente e comércio de serviços são os vectores escolhidos e a mostra contará com a presença de mais de 100 empresas locais e China continental do sector. “Simultaneamente, serão realizados vários fóruns centrados em temas como a inovação na investigação e no desenvolvimento, a transformação industrial e a internacionalização da Medicina Tradicional Chinesa, com o objectivo de contribuir para a interligação de recursos entre empresas, em prol de uma ampla cooperação nas áreas de I&D de produtos, aquisição comercial, cadeia de fornecimento, entre outras”, garantiu a organização.

       

      EXPLORAR NOVOS CAMINHOS DE DESENVOLVIMENTO

       

      A Exposição Internacional das Indústrias Culturais e Criativas da China “não é apenas um novo elemento integrante das subexposições desta edição da MIF, como também o primeiro evento abrangente das indústrias criativas organizado, em Macau, pelo Conselho Chinês para a Promoção do Comércio Internacional (CCPIT, na sigla inglesa)”, revelou a organização. “Para além de criar uma plataforma de transacção digital online, um dos destaques da exposição será a zona de experiência imersiva por vídeo, que mostrará obras criativas virtuais, como concertos virtuais.”

      No mesmo período, será realizada a Conferência de Indústrias Criativas da China, “com o intuito de explorar novos caminhos para o desenvolvimento das indústrias criativas na Grande Baía Guangdong–Hong Kong–Macau, bem como estimular a industrialização e a digitalização das indústrias culturais e criativas de Macau”.

      Por fim, a Semana de Ciência e Tecnologia e a exposição de resultados de inovação e tecnologia será dividida em quatro zonas de exposição, de forma a exibir empresas de inovação científica, transformação e divulgação de resultados de inovação e tecnologia, interacção tecnológica, entre outros conteúdos. “Paralelamente, terão lugar ainda várias actividades em série, como fóruns, colóquios académicos, roadshows, sessões de bolsas de contactos e conferências de imprensa, no sentido de construir uma plataforma de cooperação no âmbito da ‘indústria–universidade–investigação”, notou o IPIM.