Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
26.3 ° C
27.6 °
25.9 °
94 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
27 °
Sex
27 °
Sáb
27 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeTaxa de desemprego dos residentes dispara para 5,4%

      Taxa de desemprego dos residentes dispara para 5,4%

      A taxa de desemprego dos residentes subiu, entre Maio e Julho, para os 5,4%, isto é, mais 0,6 pontos percentuais face ao período passado. A culpa é do confinamento a que a população foi sujeita devido ao surto, indica a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC). Já a taxa de desemprego global subiu 0,4 pontos percentuais para os 4,1%.

       

      Entre Maio e Julho, a taxa de desemprego dos residentes cresceu para os 5,4%, com um salto de 0,6 pontos percentuais em comparação com o período transacto, entre Abril e Junho. Segundo a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), a taxa de desemprego total em Macau está agora nos 4,1%, ou seja, subiu 0,4 pontos percentuais em relação ao último período.

      O inquérito ao emprego referente ao período entre Maio e Julho revela também que a taxa de subemprego situou-se nos 13,4%, tendo disparado 9,3 pontos percentuais em comparação com o período transacto.

      A culpa, lê-se no comunicado da DSEC, foi da “suspensão da maioria das actividades industriais e comerciais durante o ‘estado relativamente estático’, originada pelo novo surto pandémico”.

      No período em análise, a população activa que vivia em Macau era de 377 mil pessoas e a taxa de actividade foi de 68,2%, revela a DSEC. Já a população empregada fixou-se em 361.300 pessoas e o número de residentes empregados atingiu 274 mil pessoas, menos 2.900 e 1.500, respectivamente, em comparação com o período precedente. Em termos de ramos de actividade económica, verificou-se que o número de empregados dos hotéis, restaurantes e similares e o do sector do jogo decresceram.

      A população desempregada era composta por 15.600 pessoas, mais 1.700, face ao período transacto. Destaca-se que de entre os desempregados à procura de novo emprego, a maioria trabalhou anteriormente no ramo de actividade económica do jogo e no ramo da construção. Além destes, o número de desempregados à procura do primeiro emprego representou 8,7% do total da população desempregada, ou seja, mais 1,7 pontos percentuais, dado que os novos graduados entraram no mercado de trabalho.

      A população subempregada fixou-se em 50.600 pessoas, tendo aumentado significativamente 34.900, em relação ao período anterior. Salienta-se que a maior parte da população subempregada pertencia ao ramo de actividade económica das lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos, ao ramo dos hotéis, restaurantes e similares e ao ramo do comércio a retalho.

      Em comparação com o período de Maio a Julho de 2021, a taxa de subemprego, a taxa de desemprego e a taxa de actividade aumentaram: 9,9; 1,2 e 0,3 pontos percentuais, respectivamente.

      A DSEC diz ainda que, de acordo com as estimativas preliminares dos registos de migração, o número médio de residentes de Macau e trabalhadores não residentes, que trabalhavam em Macau mas viviam no exterior, foi estimado em cerca de 88 mil no período de referência, incluindo estes indivíduos, a mão-de-obra total era de 465 mil pessoas, menos 1.800, face ao período transacto.