Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
25 ° C
25.9 °
24.9 °
83 %
4.6kmh
20 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
27 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeEstudo de Macau usado para criar perfil de jogador com problemas hipotéticos

      Estudo de Macau usado para criar perfil de jogador com problemas hipotéticos

      Um estudo sobre a prevalência do jogo realizado por especialistas de Macau foi utilizado para traçar o perfil de um hipotético jogador problemático, escreveu ontem a Gambling Insider. Realizado por Wai Ming To e Gui-Hai Huang da Universidade Politécnica de Macau (UPM), o estudo contém entrevistas a 1.352 jogadores dos casinos de Macau. Destes participantes, cerca de um terço são residentes de Macau, enquanto 50% são oriundos da China continental.

      Intitulado “Profiling of Gamblers and Problem Gamblers Among Casino Patrons in Macau SAR”, o estudo foi usado para construir um perfil de um típico jogador problemático, com os investigadores a sugerir que um homem chinês de meia-idade que é separado, viúvo ou divorciado e vive sozinho tem a maior probabilidade de sofrer de problemas de jogo.

      Além disso, a investigação concluiu que ter idade entre 35 e 54 anos e ser de fé budista afectava ainda mais o comportamento de jogo. “Embora a associação entre o budismo e o jogo problemático pareça um pouco surpreendente, pode-se explicar que os homens chineses que são influenciados pelo confucionismo e pelo budismo vêem o jogo, incluindo o jogo de casino, como uma actividade socialmente reforçada e uma maneira de testar sorte e destino”, pode ler-se no documento final.

      Os participantes na entrevista relataram ter jogado em casinos pelo menos uma vez nos últimos 12 meses, com mais de 90% a revelar que jogou em casinos e salas de ‘slot-machines’. Aliás, as ‘slot-machines’, o bacará e o ‘sic bo’ são os jogos mais populares entre os inquiridos.

      De acordo com o mesmo estudo, cada jogador gasta em média, por mês, cerca de 1.845 dólares de Hong Kong. “Em termos de frequência, duração e gastos mensais com jogos de sorte ou azar, os resultados do estudo mostraram que a frequência média de jogos era de 24 vezes por ano e a duração média de cada sessão de jogo era de três horas.”

      Por fim, o estudo dos investigadores da UPM também conclui uma curiosidade preocupante: um em cada cinco hóspedes de ‘resorts’ integrados em Macau é considerado um jogador problemático.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau