Edição do dia

Sexta-feira, 24 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
aguaceiros fracos
25 ° C
25.9 °
24.9 °
100 %
2.1kmh
75 %
Sex
26 °
Sáb
26 °
Dom
28 °
Seg
28 °
Ter
27 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaInvestimentos dos residentes de Macau em títulos cresce 1,9%

      Investimentos dos residentes de Macau em títulos cresce 1,9%

      Os investimentos dos residentes de Macau – incluindo indivíduos, Governo e outras pessoas colectivas, mas excluindo as reservas cambiais da RAEM – em títulos emitidos por entidades não residentes independentes, registaram um valor de 1.098,1 mil milhões de patacas, ou seja, mais 1,9% face a 30 de Junho do ano passado. Este valor significa também um acréscimo de 7,2% face ao final do ano 2020. A informação foi dada ontem pela Autoridade Monetária de Macau (AMCM), citando os resultados do inquérito à carteira de investimentos.

      Entre os vários componentes da carteira, os investimentos em títulos representativos de capital, obrigações a longo prazo e obrigações a curto prazo alcançaram, respectivamente, 389,2 mil milhões, 647,4 mil milhões e 61,5 mil milhões de patacas em valor de mercado, traduzindo aumentos respectivos de 12,4%, 4,3% e 6,6% em relação ao final de 2020, indica a AMCM.

      Já em termos da distribuição geográfica, a região asiática deteve ainda a maior fatia da carteira de investimentos externos dos residentes de Macau, com 54,3% do total, sendo a restante aplicada principalmente no Atlântico Norte e Caraíbas (16,2%), na Europa (13,4%), na América do Norte (13,0%) e na Oceânia (1,4%). O investimento nos títulos emitidos por entidades no Interior da China continuou a ser predominante, representando 36,3% da carteira de investimentos externos aplicados pelos residentes de Macau. O respectivo valor de mercado situou-se em 398,2 mil milhões de patacas, ou seja, mais 6,1% face ao final de 2020.

      Quanto aos títulos emitidos por países da iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’, detidos por residentes de Macau, o seu valor de mercado aumentou 19% face ao final de 2020 para 93,6 mil milhões de patacas, que representa 8,5% do total da carteira de investimentos no exterior. Em simultâneo, o valor de mercado da carteira de investimentos em países de língua portuguesa atingiu 573,8 milhões de patacas, o qual foi aplicado em títulos emitidos por entidades em Portugal e no Brasil.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau