Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
26.3 ° C
27.6 °
25.9 °
94 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
27 °
Sex
27 °
Sáb
27 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaRenminbi digital poderia fazer com que a China relaxasse controlo de capitais,...

      Renminbi digital poderia fazer com que a China relaxasse controlo de capitais, sugere corretora

      A utilização do renminbi digital nos casinos de Macau poderia fazer com que as autoridades do interior da China moderassem o controlo de capitais, indica um relatório da corretora Sanford C. Bernstein. O Governo Central tem expandido os programas-piloto para a utilização da moeda digital.

       

      A corretora Sanford C. Bernstein sugere que a utilização do renminbi digital nos casinos de Macau poderia fazer com que as autoridades do continente relaxassem as restrições à saída de capitais. Numa nota citada pelo portal Inside Asian Gaming, a corretora explica que a utilização do renminbi digital permitiria uma maior transparência em torno do fluxo monetário.

      À medida que Pequim tem expandido os programas-piloto para a utilização da moeda digital, ganha força a ideia de os reguladores de jogo de Macau virem a permitir, no futuro, jogos sem numerário e com o renminbi digital no centro do sector. Recorde-se que o renminbi digital foi implantado em quatro cidades em Abril de 2020 e depois a outras seis cidades do interior da China. Em Abril deste ano a utilização do renminbi digital foi alargada a mais 11 cidades através de projectos-piloto.

      “Se o jogo sem numerário for adoptado em Macau, o renminbi digital da China poderá tornar-se uma parte essencial da indústria e proporcionar uma vantagem para permitir a implementação sem problemas do jogo sem numerário em grande escala”, indica a Bernstein no relatório, acrescentando que “o renminbi digital poderia potencialmente tornar-se uma solução única tanto para os casinos como para os clientes, permitindo abdicar dos fornecedores de pagamentos e simplificar o processo de troca de moeda e fichas, eliminando os custos de transacção associados”.

      A corretora refere que, se o renminbi digital passar a ser usado nos casinos locais, os clientes do interior da China poderão passar a utilizar directamente a moeda digital para jogar, sem que seja necessário passar pelo processo de conversão do renminbi em numerário para dólares de Hong Kong e, no fim, de novo para renminbi.

      “Embora o controlo de capitais da China possa não sair beneficiado nas fases iniciais da introdução da moeda digital em Macau, a longo prazo, com a transparência e a natureza rastreável das transacções de renminbi digital, vemos a potencial flexibilização das restrições de capitais”, indica a consultora.

      No entanto, a Bersntein alertou também que isto pode ter um efeito contraproducente nas receitas dos casinos, uma vez que poderia desencorajar os gastos mais avultados com o jogo, “uma vez que os jogadores chineses poderiam pensar que o seu dinheiro está ‘sob vigilância’”.

      Em conclusão, a corretora afirma que, apesar destas preocupações, o renminbi digital deveria ser um dos focos do Executivo, uma vez que tornaria o sector “mais transparente” e a “eliminação do movimento ilegal de dinheiro na indústria acabaria por beneficiar as operadoras de jogo a longo prazo”.

      Recorde-se que, em Dezembro de 2020, surgiram rumores de que a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) teria abordado as seis operadoras locais para estas começarem a usar o renminbi digital nos casinos. Esta informação foi prontamente desmentida pelas autoridades locais.

       

       

      PONTO FINAL