Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
24 ° C
24.9 °
23.9 °
100 %
2.6kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeArtistas locais juntam-se em concerto beneficente para ajudar Mestre Eddy Murphy

      Artistas locais juntam-se em concerto beneficente para ajudar Mestre Eddy Murphy

      Promovido pela plataforma MACAU4EDDY, o espectáculo musical visa consciencializar e pedir o apoio da comunidade local na luta contra o cancro com que o mestre de capoeira foi acometido no ano passado. Eddy Murphy está a enfrentar a “maior batalha” da sua vida.

      Está agendado para o próximo dia 16 de Abril, pelas 20h, no The Venetian Theatre, um espectáculo de beneficência no sentido de angariar fundos para fazer face ao custo do tratamento oncológico do mestre de capoeira Eddy Murphy do grupo Axê Capoeira.

      O concerto contará com a participação da Banda da Casa de Portugal, de Billy Chan e Banda, de Jandira Silva e Banda, entre outros. Victor Kumar apresenta-se com a sua equipa com um espectáculo de dança de Bollywood. Estão reservadas ainda mais supressas “para ajudar uma causa significativa”.

      Cada bilhete custa 300 patacas, mas haverá descontos para grupos e famílias. As portas da sala de espectáculos abrirão às 19h e um serviço de bebidas estará disponível. A organização referiu ainda que, para aqueles que não estão em Macau ou não podem ir ao The Venetian Theatre, mas desejam participar no concerto solidário MACAU4EDDY, “o acesso à transmissão do concerto de caridade custará 100 patacas para o público que gostaria de se juntar ao concerto no exterior”. Os bilhetes para o concerto beneficente MACAU4EDDY estão à venda no site www.macau4eddy.com e, caso haja ingressos disponíveis no dia do evento, “também será possível comprá-los no local no dia do evento”, explica a organização em comunicado de imprensa enviado às redacções.

      Edilson Almeida, mais conhecido como Eddy Murphy, foi diagnosticado com um mieloma múltiplo, um tipo de cancro da medula óssea, anunciou o próprio na sua página do Facebook a 10 de Fevereiro.

      De modo geral, o mieloma múltiplo é um cancro silencioso, em que a pessoa não apresenta sintomas nos estados iniciais. Trata-se de um tumor maligno que se desenvolve nos plasmócitos, um subtipo dos linfócitos, glóbulos brancos produzidos na medula óssea. Entre outras complicações, o mieloma causa insuficiência renal e problemas no sistema imunológico. Nos últimos anos, a sobrevida do mieloma aumentou significativamente devido à descoberta de novas terapias e novos medicamentos.

      “Ele é um pai, um marido, um avô e um mestre de capoeira querido por milhares de alunos em todo o mundo. Como um verdadeiro lutador, imediatamente começou a luta mais difícil de sua carreira nas artes marciais. Iniciou uma série de dispendiosas quimioterapias em Macau, cidade onde vive há mais de 12 anos, ensinando e espalhando seu amor pela Capoeira e transformando a vida de centenas de pessoas, de crianças a adultos, com o seu entusiasmo e paixão pela vida”, refere o mesmo comunicado.

      Mas os tratamentos e a medicação são, para um portador de ‘bluecard’, como é o caso de Eddy Murphy, um problema acrescido. O capoeirista tem de pagar o custo total dos tratamentos sem ter qualquer subsídio das autoridades em Macau. Eddy e sua família “têm vindo a suportar esse enorme custo, já que cada medicamento vem dos Estados Unidos, e alguns dos exames tiveram que ser enviados para o exterior devido à falta de equipamentos/especialistas na região”, explica a filha do mestre de capoeira, Jackeline Almeida, responsável pelo projecto MACAU4EDDY.

      Embora os tratamentos tenham sido bem sucedidos até agora, os gastos têm sido avultados. De Maio de 2021 a Março deste ano, já totalizaram 1.188.174,00 de patacas, “não somando o custo do tratamento actual em Cantão”, onde o mestre de capoeira deverá ficar durante dois meses para os tratamentos de transplante de medula óssea e quimioterapias.

      O projecto MACAU4EDDY procura agora, uma vez mais, “arrecadar fundos para cobrir parte do custo do tratamento contínuo do Mestre Eddy”. “Estamos ansiosos para receber o apoio e a compaixão de uma comunidade a quem o Mestre Eddy vem dedicando e mudando a vida de muitos de maneira positiva. As nossas campanhas globais visam atingir um montante final de 2.000.000,00 patacas e o montante em dívida será doado à Associação de Beneficência para Contra-Cancro Macau, China”, explica ainda Jackeline Almeida.

      Paralelamente ao evento beneficente, todos os interessados podem ajudar “transferindo o valor que acharem por bem” para a conta no Banco Nacional Ultramarino com o número 9008318078 ou através da página de financiamento colectivo https://fundrazr.com/81xt55?ref=ab_3jC4D8RC8M83jC4D8RC8M8 para os residentes no estrangeiro. O valor dos donativos é actualizado regularmente através do site www.macau4eddy.com.