Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Número de queixas relativas a táxis aumentou em 2021

      Número de queixas relativas a táxis aumentou em 2021

       

      A Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) divulgou as estatísticas relativas aos táxis ao longo do ano passado. Os dados mostram que houve um aumento substancial no número de queixas apresentadas por cidadãos à DSAT relativas ao serviço de táxi. Em 2020 registaram-se 455 queixas, enquanto que no ano passado se verificaram 780. A maioria das queixas tem a ver com a atitude dos taxistas durante o serviço.

       

      Em comparação com 2020, no ano passado verificou-se um aumento significativo de queixas do serviço de táxis. De acordo com as estatísticas divulgadas na página electrónica da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT), o número de queixas subiu de 455 para 780.

      Os dados da DSAT relativos ao ano de 2021 mostram que no ano passado foram apresentadas 780 queixas por cidadãos. A grande maioria tem a ver com a atitude dos condutores no serviço, com 493 queixas. Outras 52 queixas tinham a ver com os equipamentos de táxis. Já em 2020 foram registadas apenas 455 queixas no total, 198 das quais tinham a ver com a atitude dos taxistas durante o serviço.

      Em 2021, o maior número de queixas foi feita no segundo trimestre. Só nesse período foram registadas 225 queixas. Em 2020, o período em que se registou mais queixas relativas a taxistas foi no primeiro trimestre, com 169.

      Em sentido contrário, as estatísticas reveladas pela DSAT mostram também que o montante pago pelos taxistas pela prática de infracções caiu substancialmente. Na totalidade do ano de 2020, o montante pago pelas multas devido às infracções dos taxistas foi de mais de um milhão de patacas. No entanto, em 2021 o montante pago foi apenas de 275.500 patacas.

      Quanto ao cancelamento de cartão de identificação de condutor de táxi, no ano passado houve apenas dois casos. Em 2020, registaram-se seis situações de cancelamento do cartão de identificação de taxista.

      As estatísticas da DSAT indicam também que em 2021 havia 1.713 táxis em circulação. Destes, 1.413 eram táxis normais, 258 táxis de porte normal, 20 táxis de grande porte, 12 táxis acessíveis e dez táxis com ‘lift seat’. Já em 2020, eram 1.792 os táxis que circulavam em Macau. Destes, 1.592 eram normais, 160 de porte normal, 20 eram táxis de grande porte, dez eram táxis acessíveis e outros dez com ‘lift seat’.

      Recorde-se que, de acordo com os dados do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP), em 2021 verificaram-se 95 casos de irregularidades praticadas por taxistas, sendo que a principal era a recusa de transporte, com 24 casos. Só nos primeiros dois meses de 2022, foram 35 as irregularidades praticadas por taxistas, com 14 casos de recusa de transporte e um caso de cobrança abusiva. Nos primeiros dois meses de 2021, verificaram-se apenas nove irregularidades de taxistas.

       

      PONTO FINAL