Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
18.9 ° C
18.9 °
17.9 °
77 %
3.1kmh
40 %
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °
Seg
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Grande China Três espécies de pássaros deixaram marcas em Hengqin

      Três espécies de pássaros deixaram marcas em Hengqin

      A Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin registou recentemente três novas espécies de aves em Zhuhai, incluindo o merganso-de-poupa (mergus serrator), o pato-falcado e o abetouro (botaurus stellaris). Também pela primeira vez foram registados mais de 20 patos-falcados, tendo sido o maior grupo de espécie de hibernação registado em Zhuhai.

       

      A Direcção dos Serviços de Planeamento Urbanístico e de Construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin encarregou a Associação de Observação de Aves de Zhuhai de realizar um inquérito anual sobre animais selvagens vertebrados terrestres e fazer a vigilância e o monitoramento de espécies de animais selvagens ameaçadas e protegidas no âmbito do Parque do Pântano de Mangzhou em Hengqin. Os observadores da associação encontraram novos registos de aves para Zhuhai durante as suas actividade de patrulhas de fiscalização, incluindo o merganso-de-poupa (mergus serrator) encontrado no pantanal de Shilanzhou, o pato-falcado (mareca falcata) e o abetouro (botaurus stellaris) encontrados no pantanal de Erjiwan. O grupo formado por 20 patos-falcados encontrados representa também o maior grupo de espécie de hibernação que Zhuhai tinha registado.

      O merganso-de-poupa (Mergus serrator) é uma ave anseriforme da família Anatidae. Este pato mergulhador, diferente da tipologia habitual deste grupo, identifica-se facilmente pelo seu bico fino e comprido e pela característica de poupa “desgrenhada”, eriçada na nuca. Tal como nos restantes patos, o macho e a fêmea diferem substancialmente. O macho tem a cabeça verde e os flancos brancos, enquanto a fêmea tem a cabeça alaranjada. Ambos apresentam uma pequena poupa na parte posterior da cabeça. Como invernante, sendo uma espécie típica de águas abertas de estuários e lagoas amplas, pode também ser encontrada em ambientes marinhos junto ao litoral. Esta espécie está ameaçada pela perturbação humana e pelo abate ilegal, bem como pela degradação dos habitats e poluição costeira.

      O pato-falcado, ou marrequinha-de-foice, é uma ave que pertence à família Anatidae, com tons de vermelho e verde na cabeça. O macho tem a cabeça verde, incluindo a nuca, fazendo lembrar uma marrequinha-comum. Contudo, é bastante maior que esta espécie. A fêmea é acastanhada e assemelha-se à frisada ou ao pequeno arrabio, tem um bico estreito e escuro e apresenta os lados da cabeça vermiculados.

      O Abetouro é uma ave da família Ardeidae (garças), porte característica dos caniçais. É um dos maiores membros da sua família, cujo tamanho normalmente ascende a 75 centímetros, e caracteriza-se pela sua plumagem castanha e pelo seu comportamento críptico. Esta é uma espécie que se camufla na perfeição entre a vegetação palustre, e por isso a sua detecção é bastante difícil. O som emitido durante a época de reprodução assemelha-se ao som produzido por um touro, daí o nome desta garça. Estas aves habitam em sapais, lagoas e canaviais, e são raramente avistadas. Extremamente difícil de observar, quer pelo extraordinário mimetismo que apresenta, quer pela escassez da espécie, que se encontra listada no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal com o estatuto de Criticamente em Perigo.

      A Associação de Observação de Aves de Zhuhai revelou que nesta operação de monitoramento realizada no Parque do Pântano de Mangzhou em Hengqin foram encontrados três animais selvagens na lista de espécies protegidas de Classe I do Governo Nacional da China e 25 na lista de espécies protegidas de Classe II, incluindo pássaros silvestres como piadeira, zarro-negrinha, zarro-bastardo e águia-pesqueira.

      A zona onde foi submetida esta operação é o pantanal de Erjiwan de Hengqin, que se localiza na costa leste da hidrovia de Modaomen. É um ecossistema de mangais com rica biodiversidade, fornecendo ricos recursos alimentares para as aves, e é também uma paragem que faz parte da rota migratória da Asia Oriental-Australásia, preservando alto valor ecológico.

      Até ao fim do ano passado, segundo o inquérito sobre animais selvagens de vertebrados terrestres em Hengqin realizado entre 2020 a 2021, registou-se uma totalidade de 243 espécies de animais selvagens de vertebrados terrestres, incluindo cinco espécies protegidas de Classe I do Governo Nacional da China, tais como colhereiros-de-cara-preta ou pequena-civeta-indiana, e 31 espécies protegidas de Classe II, tais como a águia-calçada, a lontra-euroasiática e o sapo-boi-indiano.

       

      PONTO FINAL