Edição do dia

Terça-feira, 9 de Agosto, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
27.9 ° C
27.9 °
26.9 °
83 %
5.1kmh
20 %
Seg
28 °
Ter
28 °
Qua
29 °
Qui
28 °
Sex
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Antigo aluno do IPM partilhou experiências profissionais adquiridas

      Antigo aluno do IPM partilhou experiências profissionais adquiridas

      O antigo aluno da licenciatura em Serviço Social do Instituto Politécnico de Macau (IPM) Chan Wai Leong foi convidado pela instituição a partilhar a sua experiência de trabalho na Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin.

      Chan Wai Leong começou a trabalhar nesta área profissional, dedicando-se aos serviços relacionados com o apoio a adolescentes problemáticos, estudantes adolescentes e jovens empregados, entre outros. Em 2019, e à medida que mais pessoas de Macau foram viver ou trabalhar em Hengqin, Chan pediu, por sua iniciativa, pediu uma transferência para o Centro de Serviços de Hengqin da delegação da União Geral das Associações dos Moradores de Macau em Guangdong, tendo sido um dos pioneiros da área do serviço social de Macau a trabalhar em Hengqin, empenhando-se assim na articulação entre os recursos de Macau e de Hengqin de forma a prestar serviços sociais mais diversificados e com melhores resultados efectivos.

      Na partilha com alunos Chan referiu que “ainda há pessoas do Interior da China que relacionam a profissão de assistente social com as actividades sociais extracurriculares ou os serviços voluntários, considerando que, ao longo dos anos, esta profissão não se tornou popular na sociedade chinesa, daí resultando que não tem ainda um reconhecimento social suficiente”.

      O antigo docente do IPM acrescentou ainda que “a combinação das experiências de serviço social de Macau com as necessidades sociais reais de Hengqin, para se construir um mecanismo permanente de comunicação entre os assistentes sociais de Hengqin e os de Macau, pode ser uma forma de elevar efectivamente a qualidade profissional dos assistentes sociais de ambos os lados e de variar e adaptar os seus modelos de serviço social, podendo assim criar-se uma relação entre dois locais que seja confiante e interdependente, inclusiva e harmoniosa, desta forma, promovendo o desenvolvimento completo e conjunto dos dois locais na área da governação social”.

      O assistente social aproveitou o momento de partilha de experiências e fez ainda uma retrospecção da sua passagem pelo curso de Serviço Social do IPM, dizendo que, “através de um estudo académico rigoroso e um estágio profissional de longo tempo, combinando a teoria com a prática, conseguiu adquirir conhecimentos e experiência que o tornaram capaz de tratar tanto os serviços individuais como os trabalhos profissionais de gestão na área social.”

      Criado há mais de 30 anos, o curso de licenciatura em Serviço Social do IPM tem uma longa história de desenvolvimento e passou na avaliação académica para os cursos de grau académico do Conselho para Acreditação de Qualificação Académica e Vocacional de Hong Kong (HKCAAVQ), o que representa um reconhecimento da qualidade do curso. Até ao momento, saíram do IPM mais de 1500 alunos graduados.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau