Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
14.9 °
14.9 °
77 %
8.8kmh
40 %
Qui
15 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Universidade Cidade de Macau e Universidade de Coimbra fortalecem cooperação

      Universidade Cidade de Macau e Universidade de Coimbra fortalecem cooperação

      “Começo de uma nova era em Macau e em Coimbra”. Foi desta forma que Derio Chan, representante da Universidade de Coimbra em Macau, rematou a sua intervenção durante a cerimónia de assinatura de cooperação entre as duas universidades. Ainda não há números de estudantes interessados, mas os responsáveis defendem que o programa deverá ter início em Fevereiro do próximo ano.

      A Universidade Cidade de Macau (CityU) e a Universidade de Coimbra (UC) assinaram, ontem, um contrato de constituição de um diploma de Estudos Avançados Conjuntos em Relações Económicas Internacionais. A assinatura aconteceu no auditório Dr. Stanley Ho do Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong e foi apadrinhada pelo cônsul-geral português, Paulo Cunha Alves, e pelo antigo deputado da Assembleia Legislativa, Chan Meng Kam, presidente da CityU.

      Mesmo ainda não havendo números oficiais de interessados no intercâmbio, o primeiro fluxo de estudantes, caso a pandemia de Covid-19 assim o permita, terá início em Fevereiro de 2022, “com a devida segurança dos estudantes e orientação dos mesmos”, assumiu o reitor da CityU, Jun Liu, que se mostrou “satisfeito e orgulhoso” com o pioneirismo entre as duas instituições de ensino superior.

      “É uma grande satisfação sermos os primeiros em Macau a trabalhar com a Universidade de Coimbra. Estamos muito confiantes neste passo”, acrescentou Jun Liu.

      O curso, leccionado na língua inglesa, permitirá, ainda assim, que os alunos possam iniciar e desenvolver as suas competências em português aplicado à economia. “Trata-se de um curso de pós-graduação, para profissionais e estudantes que acabam a sua licenciatura. É direccionado para um número limitado de pessoas e servirá para dar a conhecer aos alunos a economia europeia e as relações internacionais. É o começo de uma nova era em Macau e em Coimbra”, explicou Derio Chan, o representante da UC na RAEM.

      Conhecer o parlamento português e a sua forma de funcionamento, bem como ter contacto com as grandes empresas portuguesas, também é algo que os estudantes deste intercâmbio podem almejar. “Faz parte do acordo. É uma oportunidade única para conhecer melhor Portugal e as suas instituições. Queremos continuar a trabalhar mais e melhor com a Universidade de Coimbra no futuro. Este começo promete”, afirmou Adrian Cheung, director da Faculdade de Finanças da CityU.

      Do lado da UC, a partir de uma ligação online feita de Coimbra, o director da Faculdade de Economia, Álvaro Garrido, falou em “cooperação ambiciosa” e destacou o foco pluridisciplinar do programa no desenvolvimento e qualificação do ensino pós-graduado na faculdade. Já o vice-reitor para as Relações Internacionais e Alumni da UC, João Nuno Calvão da Silva, destaca a “relação forte” entre Portugal e a República Popular da China. “A relação nunca foi tão forte como agora. Esperamos assinar mais contratos no futuro, presencialmente se possível”, notou.

      O cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong, que “emprestou” a casa para a assinatura da parceria, mostrou-se satisfeito pelo compromisso assinado. “As relações entre Macau e Portugal saem reforçadas e isso vê-se no resultado final do programa conjunto”, destacou o embaixador.