Edição do dia

Sexta-feira, 14 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
29.2 ° C
30.9 °
28.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Sex
29 °
Sáb
30 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaWong Kit Cheng apela Governo para desenvolver medidas de incentivo à vacinação

      Wong Kit Cheng apela Governo para desenvolver medidas de incentivo à vacinação

      Wong Kit Cheng quer que o Governo se esforce mais para aumentar o número de vacinados em Macau, sugerindo medidas amigáveis de encorajamento. A deputada, que é também vice-presidente da direcção da Associação Geral das Mulheres de Macau, sugere um diálogo com as escolas e instituições locais para se estabelecerem ideias e maneiras de registar um maior número de inoculados nos variados grupos da população.

      A deputada Wong Kit Cheng lançou um apelo ao Governo para que se façam esforços para aumentar a taxa de vacinação na população, pedindo “medidas amigáveis de encorajamento”.

      Num comunicado enviado ontem às redacções, a deputada afirma que tem estado preocupada com a prevenção e controlo da epidemia desde o primeiro surto. Na missiva, Wong Kit Cheng nota que com a estabilização da nova vaga da epidemia o território entrou num estado normalizado de luta contra a pandemia, acreditando que nesta fase devem ser feitos esforços para aumentar a taxa de vacinação e consolidar os resultados da vacinação de modo a preparar-se para quaisquer alterações inesperadas. Assim, a deputada aproveitou para sugerir diversas medidas, tais como a continuação do desenvolvimento de programas de divulgação dirigidos a diferentes grupos e encorajar as escolas, empresas e departamentos governamentais a aderirem à vacinação. Apelou também ao público para continuar a cooperar com os esforços de prevenção de epidemias do Governo.

      Para aumentar o conhecimento público sobre a vacina, Wong Kit Cheng foi convidada pela Associação dos Conterrâneos e Amizade de Chashan de Macau e pela Associação das Crianças de Síndrome de Down de Macau para dar uma palestra aos seus membros, supervisores, crianças e famílias, providenciando informação acerca da vacina contra a Covid-19 e as suas questões mais pertinentes. A explicação da deputada serviu para esclarecer vários pontos, tais como os requerimentos para todas as idades, as medidas de segurança quando se tomam as duas doses da vacina, e ainda aqueles que precisam de cuidados especiais

      O seminário incluiu também uma breve descrição dos locais de vacinação, métodos de reserva e pontos a registar para que os membros do público possam considerar a possibilidade de tomar medidas de vacinação de acordo com as suas próprias circunstâncias, refere ainda o comunicado da deputada. Foi ainda realizada uma breve descrição dos locais de vacinação, métodos de reserva, pontos a registar, entre outros, para que os membros do público pudessem considerar a possibilidade de tomar medidas para a vacinação de acordo com as suas próprias circunstâncias.

      Wong Kit Cheng revela que a nova vacina, por ser algo ainda recente, deixa algumas pessoas relutantes por não compreenderem a sua eficácia e efeitos secundários. A deputada acredita que, através do diálogo, a informação pode ser eficazmente divulgada a diferentes grupos para aumentar a sua sensibilização e vontade de serem vacinados.

      Wong Kit Cheng afirmou ainda que após a última vaga da epidemia, a taxa de vacinação aumentou. De acordo com as autoridades, mais de 590 mil doses da vacina foram já administradas, e mais de 268 mil pessoas receberam as duas doses. No entanto, as taxas de vacinação para jovens com idades entre os 12 e os 19 anos e para idosos com mais de 70 anos são ainda relativamente baixas.

      O Executivo planeia lançar um programa de divulgação da vacina no próximo mês ao abrigo do qual as escolas com maior vontade de receber a vacina providenciarão que os estudantes e professores as recebam nas suas escolas. A deputada concordou com a medida tendo em conta a possibilidade de um eventual desconforto dos estudantes após a inoculação.

      Wong Kit Cheng sugeriu que o Governo coordene com as escolas a introdução de medidas favoráveis à vacinação para encorajar estudantes e professores a aderirem, providenciando um esquema de organização de ausências ou licenças em caso de haver algum desconforto depois da inoculação.

      Foi também sugerido que sejam lançados programas de vacinação e promoção em locais como organizações de serviço social para idosos e pessoas com deficiência, com vista a aumentar também a taxa de vacinação destes grupos.

      Wong Kit Cheng salientou que o aumento da taxa de vacinação é a única forma eficaz de construir a barreira imunitária na população e é um factor chave na prevenção de surtos na comunidade. Para além das escolas e instituições, sugeriu que as empresas e departamentos governamentais que estão em posição de o fazer trabalhem em conjunto para encorajar programas favoráveis à vacinação e seja feita uma referência aos pacotes de apoio de Hong Kong que visam apoiar e incentivar a participação pública de várias formas.

      Por fim, apelou ao público para tentar seguir sempre as directrizes de vacinação e que tome iniciativa própria em termos da vacinação para prevenir a propagação do vírus.