Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Ásia Coreia do Norte convoca sessão parlamentar para Setembro

      Coreia do Norte convoca sessão parlamentar para Setembro

      A Coreia do Norte convocou uma sessão parlamentar, em 28 de Setembro, para adoptar leis relacionadas com a educação dos jovens ou para aprovar emendas ao plano económico, noticiou ontem a agência estatal KCNA.

      O anúncio surgiu numa altura em que a Coreia do Norte, cuja economia está a ser duramente atingida pela pandemia da covid-19, está a enfatizar a importância da educação ideológica para os jovens, a fim de erradicar “práticas não socialistas”, indicou.

      A sessão de 28 de Setembro vai também debater “a alteração e implementação da lei do plano económico” da Coreia do Norte.

      No início do ano, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, reconheceu que os resultados do último plano quinquenal “ficaram muito aquém das expetativas” e, em abril, que o país, sob sanções internacionais e o impacto da pandemia, estava a viver um dos piores momentos económicos desde os anos 90.

      Embora o regime tenha falado no reforço da autossuficiência económica para ultrapassar a recessão, nos últimos meses as importações da China, essenciais para a Coreia do Norte, mostraram sinais de recuperação após uma queda de 68% em 2020 devido ao fecho das fronteiras, num medida para tentar impedir a entrada do novo coronavírus.

      A sessão de Setembro deverá também abordar questões organizacionais, uma área que promete atrair a atenção de muitos analistas após a aparente despromoção, neste verão, de Ri Pyong-chol, um dos cinco membros da presidência do comité central do partido único, o órgão mais poderoso do país.

      Para muitos especialistas, a aparente demissão forçada de Ri parece dever-se a um problema na gestão das reservas alimentares do exército. Embora a Assembleia Popular Suprema afirme ser o órgão legislativo do país, a sua função é realmente apoiar automaticamente as decisões tomadas por Kim Jong-un.

      Normalmente reúne-se uma vez por ano para tratar de assuntos orçamentais e organizacionais, embora sob a liderança de Kim tenha realizado excecionalmente duas sessões em 2012, 2014 e 2019.

      A reunião de 28 de Setembro vai ser segunda sessão deste ano da Assembleia, que já se reuniu em janeiro para subscrever as decisões adotadas no último congresso do partido.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau