Edição do dia

Sábado, 18 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
28.9 °
26.9 °
78 %
3.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaConcessionárias de jogo com desempenho significativamente melhorado no ano passado

      Concessionárias de jogo com desempenho significativamente melhorado no ano passado

       

      A exploração de negócio das operadoras de jogo de Macau registou uma melhoria bastante significativa no ano passado com o regresso de turistas à cidade após a Covid. Ao contrário do prejuízo no ano anterior, cinco concessionárias fecharam o ano de 2023 com lucros, sendo a Galaxy a empresa que gerou mais lucros com sete mil milhões de patacas, enquanto a SJM reduziu acentuadamente os prejuízos. Segundo os resultados, as receitas líquidas totais das concessionárias cifraram-se em 182,8 mil milhões de patacas.

       

      As seis concessionárias de jogo de Macau recuperaram do prejuízo causado por um panorama económico em recessão em 2022, tendo passado no ano passado para uma situação financeira bastante mais revitalizada. Cinco operadoras de jogo de fortuna e azar voltaram a gerar lucros em 2023, tendo a Galaxy, que fechou o ano com o balanço mais satisfatório, arrecadado lucros líquidos de sete mil milhões de patacas. Já a SJM conseguiu registar uma recuperação dos prejuízos para 1,6 mil milhões de patacas.

      De acordo com a síntese do Relatório de Actividades relativo ao ano 2023 das concessionárias publicados ontem em Boletim Oficial, as operadoras assinalaram uma recuperação económica em Macau, bem como na indústria do jogo e entretenimento, com destaque para o aumento das receitas líquidas e receitas brutas de jogo dos seus casinos.

      As receitas líquidas das concessionárias alcançaram, no total, 182,8 mil milhões de patacas. No entanto, devido ao regresso de eventos e projectos, as despesas das empresas também cresceram. Recorde-se que o ano anterior marcou o maior prejuízo acumulado pelas concessionárias desde que há registo, com uma perda total de 36,8 mil milhões de patacas.

      A MGM Grand Paradise S.A. sublinhou que “a posição financeira e o desempenho do grupo melhoraram significativamente” durante 2023 no seguimento do levantamento das restrições às viagens e ao facto de o número total de entradas de visitantes em Macau ter “subido significativamente”. No seu relatório anual, o grupo revelou ter gerado até 31 de Dezembro de 2023 um lucro de 3,7 mil milhões de patacas. A receita total da MGM foi de 25,4 mil milhões de patacas, um acréscimo na ordem dos 368,7% face ao ano anterior. A receita bruta de casino da empresa liderada por Pansy Ho cresceu 385%, de 5,7 mil milhões de patacas no ano anterior para 27,9 mil milhões de patacas no ano passado.

      Já a Galaxy Casino, S.A., presidida por Lui Che Woo, contabilizou uma receita líquida de 33,7 mil milhões de patacas, registando uma subida de 281% em relação ao ano anterior. O resultado líquido do exercício demonstra lucros líquidos de 7 mil milhões de patacas, contrastados com perdas de 2,9 mil milhões de patacas em 2022. A receita bruta de jogo cifrou-se em 32,7 mil milhões de patacas, representando um aumento anual de 322%. Frisando que continua confiante nas perspectivas de Macau, a Galaxy revelou ainda que a Fase 4 do empreendimento deverá abrir em 2027 com ênfase em entretenimento e instalações familiares.

      Para a Venetian Macau, S.A., foram registados lucros de 6,14 mil milhões de patacas, em comparação com a perda de 12,49 mil milhões de 2022. As receitas líquidas para o ano aumentaram 306,8% para 52,69 mil milhões de patacas. A concessionária realçou que, no ano transacto, as visitas às estâncias turísticas integradas e das operações do grupo melhoraram, existindo um “balanço sólido e liquidez suficiente” para cumprir os compromissos no âmbito da concessão de licença de jogo.

      A Melco Resorts (Macau) S.A. apresentou um balanço com lucros de 424 milhões de patacas, comparativamente ao prejuízo de 2,94 mil milhões de patacas em 2022. O rendimento líquido atingiu 23,71 mil milhões de patacas, sendo uma subida anual de 262%.

      Por sua vez, a Wynn Resorts (Macau) S.A. marcou uma receita total de 25 mil milhões de patacas, com um EBITDA de 6,78 mil milhões de patacas.

      Quanto à SJM Resorts, S.A., após a dedução dos impostos, verificou-se um prejuízo líquido de 1,5 mil milhões de patacas no ano passado. O grupo acumulou perdas até ao final de 2022 de quatro mil milhões e está em recuperação financeira. O EBITDA ajustado da operadora passou de 3,7 mil milhões negativos para 1,7 mil milhões de patacas no ano passado.