Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeInstituições de ensino superior de Macau presentes na Futurália

      Instituições de ensino superior de Macau presentes na Futurália

      Pela primeira vez, a Direcção dos Serviços de Educação e Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) organizou a participação de instituições de ensino superior de Macau na Futurália, a maior feira de educação de Portugal. A participação teve como objectivo atrair estudantes internacionais a prosseguirem os seus estudos em Macau.

       

      A Universidade de Macau (UM), a Universidade Politécnica de Macau (UPM), o Instituto de Formação Turística (IFT), a Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST, na sigla em inglês), a Universidade da Cidade de Macau (UCM), a Universidade de São José (USJ) e o Instituto de Enfermagem Kiang Wu de Macau estiveram presentes na Futurália, vista como a maior feira de educação, formação e emprego de Portugal. Esta foi a primeira vez que a recção dos Serviços de Educação e Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) organizou a participação de instituições de ensino superior de Macau.

      Esta participação das instituições de Macau na Futurália teve como objectivo reforçar a admissão de estudantes e atrair “estudantes internacionais de excelência” para prosseguirem os seus estudos em Macau, indicou a DSEDJ em comunicado. No evento, as instituições apresentaram Macau enquanto “plataforma de intercâmbio cultural entre a China e os países de língua portuguesa, a situação geral do ensino superior de Macau e as informações dos seus cursos com características próprias, o que mereceu a atenção de muitos estudantes interessados em prosseguir os seus estudos na Ásia”.

      No ano passado, segundo a organização, a Futurália registou a participação de cerca de 380 instituições de ensino superior, provenientes de 15 países e 18 regiões e mais de 60 mil visitantes.

      Durante o evento, que decorreu em Lisboa entre quarta-feira e sábado da semana passada, as instituições de Macau realizaram actividades de intercâmbio no âmbito do ensino superior e visitaram, ainda, o Laboratório de Robótica e Sistemas de Engenharia (LARSyS) do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa e a Delegação Económica e Comercial de Macau.

      Na visita à Delegação Económica e Comercial de Macau, foram trocadas opiniões com Lúcia Abrantes dos Santos, chefe da delegação, sobre “o fortalecimento da ligação entre Macau e Portugal, o reforço contínuo dos trabalhos de promoção em Portugal da admissão de estudantes e a promoção conjunta das instituições de ensino superior de Macau para o desenvolvimento da internacionalização, entre outros assuntos”, lê-se no comunicado da DSEDJ.

      A delegação visitou ainda o LARSyS do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, onde José Santos-Victor, representante do laboratório, apresentou o funcionamento do Laboratório, bem como os projectos actuais de cooperação académica e de investigação científica com instituições de ensino superior de Macau. Além disso, os representantes da DSEDJ e das instituições de ensino superior de Macau visitaram, ainda, algumas universidades portuguesas, efectuaram intercâmbios e assinaram acordos de cooperação.