Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.8 ° C
27.9 °
26.5 °
89 %
8.8kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeHomem que furtava bens em aviões fica em prisão preventiva

      Homem que furtava bens em aviões fica em prisão preventiva

      Um homem suspeito de ter furtado bens alheios em voos de avião vai ficar em prisão preventiva para que o caso seja investigado, informou ontem o Ministério Público (MP).

      O MP explica que o suspeito, que não será residente local, foi detido há dias pela polícia ao entrar na RAEM, “uma vez que terá furtado repetidamente os bens alheios em voos de avião”. Posteriormente, o caso foi enviado ao MP para investigação.

      No período compreendido entre Novembro de 2023 e Março de 2024, o suspeito terá furtado o dinheiro em notas dos passageiros em voos entre Macau e outras cidades. Foi também apurado que, quando os ofendidos iam à casa-de-banho ou estavam a dormir, o arguido aproveitava a ocasião para praticar o furto. Assim, o arguido foi indiciado pela prática dos quatro crimes de furto qualificado, arriscando uma pena de prisão até cinco anos por cada crime.

      Conforme o disposto na lei, quem furtar bens de passageiros em transportes colectivos como avião ou autocarro, ou preencher condições para constituir circunstâncias agravantes prevista na lei, tais como fazer da prática de furtos modo de vida, furto mediante introdução em espaços através de meios de destruição, furto com a utilização de armas, poderá ser acusado pela prática do crime de furto qualificado, punível com pena de prisão até cinco anos ou até dez anos.

      “O crime de furto prejudica os interesses patrimoniais de outrem e afecta gravemente a segurança da deslocação das pessoas”, lê-se no comunicado do MP, que apela aos cidadãos e turistas para “estarem mais atentos no dia-a-dia e guardarem cautelosamente os seus bens pessoais, principalmente quando estiverem a utilizar os meios de transporte público”.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau