Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePasseio marítimo terá itinerário dedicado a espectáculos de fogo de artifício

      Passeio marítimo terá itinerário dedicado a espectáculos de fogo de artifício

      Nos últimos seis meses, o projecto “Macau Cruise” registou um número de viagens mensais com uma tendência crescente e operou mais de 600 excursões para cinco mil passageiros. As autoridades revelam que vão desenvolver um itinerário especial para espectáculos de fogo de artifício este ano. Helena de Senna Fernandes, líder dos Serviços de Turismo, indica que o organismo vai subsidiar este ano cinco projectos de actividades para experiências de passeios costeiros.

       

      Uma nova companhia de embarcações vai fazer parte do projecto “Macau Cruise” a partir deste ano e será ainda desenvolvida uma nova rota marítima turística para apreciação de espectáculos do fogo de artifício. A Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA) disse também que vai continuar a incentivar as empresas integradas de turismo e lazer em Macau a incorporarem mais elementos locais nos programas de turismo marítimo.

      De acordo com a DSAMA, citada numa resposta da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) a uma interpelação escrita da deputada Ella Lei, o projecto turístico de passeios marítimos retomou a operação depois da pandemia em Agosto de 2023. “O número de viagens por mês tem registado uma tendência crescente, com o número total de viagens em 2023 a exceder 600, e o número total de passageiros foi mais superior 5.000 pessoas”, referiu.

      O organismo disse ainda ter vindo a cooperar com várias organizações para introduzir “novas experiências a bordo”, como espectáculos musicais, actividades culturais e turísticas, visitas guiadas.

      O projecto “Macau Cruise” (Passeio Aquático em Macau) está a ser explorado principalmente pela Shun Tak China Travel – Companhia de Gestão de Embarcações (Macau), ligando a Ponte-Cais da Barra e a Ponte-Cais de Coloane. O serviço está disponível às sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras, com uma partida da Ponte-Cais da Barra às 14h e uma partida da Ponte Cais de Coloane às 16h, sendo que uma viagem dura 25 minutos. A Agência de Transporte de Passageiros Yuet Tung opera “serviços não regulares” e apenas presta os serviços ‘charter’.

      O passeio foi inaugurado em 2018 com uma rota entre a Ponte Cais de Coloane e o Terminal marítimo de passageiros da Taipa, tendo o serviço sido alargado para a Península de Macau em 2019 com uma nova paragem na Doca de Pescadores. O serviço mudou e passou a navegar entre a Barra e Coloane em 2021, e foi suspenso em Junho de 2022 devido à epidemia.

      As autoridades referiram ainda que nas duas pontes-cais actuais houve 170 viagens de ida e volta registadas num mês. “Para além de continuar a encorajar o sector a utilizar activamente os terminais de passageiros existentes para organizar rotas marítimas de cruzeiro, bem como a considerar a possibilidade de criar pontos de embarque e desembarque adicionais para embarcações de turismo, o Executivo também incentivou as companhias de excursões a planear lançar mais rotas marítimas transfronteiriças”, avançou o Governo. Neste caso, Macau iniciou a operação do itinerário marítimo para a Ilha de Guishan, da cidade Zhuhai, e retomou a operação da rota de Macau para Kowloon, Hong Kong.

      Na interpelação de Ella Lei, a deputada pede para se introduzirem mais produtos de turismo marítimo, incluindo o desenvolvimento de mais actividades desportivas marítimas e do projecto turístico de iates. Em resposta, Helena de Senna Fernandes, directora da DST, sublinhou que está agora a incentivar as diversas organizações a aproveitarem as áreas marítimas e costeiras de Macau para lançar actividades turísticas ou experiências de lazer diversificadas. Tendo lançado o Programa de Apoio Financeiro para o Turismo Marítimo “Diversões na orla costeira”, a DST adiantou que irá subsidiar cinco projectos de actividades do género, de forma a “elevar o valor global do turismo nas áreas marítimas” e “impulsionar a economia do turismo costeiro”.