Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
16.9 °
82 %
3.1kmh
40 %
Qua
18 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura Jantares com chefs internacionais em Janeiro na “Pop Up Kitchen” do Wynn...

      Jantares com chefs internacionais em Janeiro na “Pop Up Kitchen” do Wynn Macau

      Ao longo de todo o mês de Janeiro, o Wynn Macau e o Wynn Palace vão acolher chefs de prestígio internacional através de jantares especiais que demonstram os dotes culinários de especialistas de restaurantes Michelin. A iniciativa conta ainda com a jovem Sandy Tang, natural de Macau e finalista do Master Chef britânico.

       

      A convite da Wynn Resorts Macau, cinco chefs de renome vêm às duas propriedades da concessionária para jantares especiais ao longo de todo o mês de Janeiro. O programa especial arranca hoje, com Sandy Tang, finalista do Master Chef britânico a apresentar um menu de combinações sino-europeias fruto da sua experiência de vida, já que nasceu em Macau e vive no Reino Unido desde os 13 anos de idade. Até dia 6 na “Celebrity Pop Up Kitchen” criada expressamente para o evento, será possível degustar pratos desta jovem de 24 anos, entre eles um prato de bacalhau e vieiras com caldo de garoupa e granizado de consommé de tomate, criações que a chef diz serem inspiradas na herança da cozinha macaense.

      Entre os dias 13 e 14 de Janeiro, é a vez do sueco Nilas Corneliussen, chef executivo do restaurante Villa Frantzén em Banguecoque, vir a Macau apresentar a sua singular fusão entre cozinha tailandesa e sueca. Um apaixonado pela culinária tailandesa e fluente em tailandês, o chef estará no Wynn Macau com confecções de sua autoria, como ostras com groselha e pão “kavring”, e salmão norueguês curado e caranguejo-real escalfado em cerveja.

      O festim gastronómico organizado pela concessionária conta ainda com dois duetos de chefs, numa união de forças entre chefs que trabalham em restaurantes da Wynn Resorts, e colegas que vêm do estrangeiro. O português Helder Sequeira Amaral da SW Steakhouse no Wynn Palace vai colaborar entre os dias 18 e 20 com o chef Eric Rätym, proprietário do Arbor, restaurante de duas estrelas Michelin em Hong Kong. A culinária nórdica e japonesa de Eric Rätym vai ser combinada com os conhecimentos de Helder Sequeira Amaral, para apresentar pratos clássicos de bifes americanos e outras especialidades como o ravioli de galinha “bresse”.Entretanto, de 19 a 21, mas na “Pop Up Kitchen” da Wynn Macau, Wang Xiaofeng, chef principal do restaurante Guan Yan Liu Jin, dará a conhecer os sabores da sua terra natal, Chaosan, na província de Guangdong.

      Encerrando o programa de chefs convidados, os japoneses Hironori Maeda e Mitsuru Konishi vão apresentar a sua selecção de pratos franco-nipónicos entre os dias 26 e 27 de Janeiro no restaurante Mizumi no Wynn Macau. Maeda, do restaurante Mizumi, irá colaborar com Mitsuru Konishi, chef executivo do seu restaurante ZEST, que foi premiado com uma estrela Michelin. Konishi já trabalhou em algumas das cozinhas mais exigentes do mundo durante a sua carreira, como no L’Atelier de Joël Robuchon em Tóquio, de duas estrelas Michelin, ou no Taillevent, em França, onde se tornou no primeiro sous chef japonês na história do famoso restaurante.

      Reservas para estes jantares especiais, que custam entre 1.088 e 2.288 patacas, podem ser feitas através dos habituais telefones de contacto das duas propriedades do Wynn Resorts Macau.