Edição do dia

Sábado, 22 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
30.9 ° C
31.9 °
30.9 °
79 %
4.1kmh
40 %
Sáb
31 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaSomos! lança concurso de fotografia sob o tema da solidão da pandemia

      Somos! lança concurso de fotografia sob o tema da solidão da pandemia

       

      A Somos! – Associação de Comunicação em Língua Portuguesa (Somos — ACLP) lança hoje a quarta edição do concurso de fotografia “Somos – Imagens da Lusofonia”. Esta edição, atrasada cerca de dois anos devido à epidemia de Covid-19, é subordinada ao tema “Na Solidão dos Dias”.

      Desta vez a associação desafia os participantes a “fazerem uma autorreflexão” e a submeterem fotografias que simbolizem “o tipo de solidão vivido naqueles dias de restrições impostas globalmente pelas autoridades sanitárias”.

      Com a declaração, em Maio, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), do fim da pandemia de Covid-19, as interacções sociais, bem como as actividades conjuntas parecem ter definitivamente normalizado, mas fica ainda a marca indelével dos dias de encerramento, afastamento e circunscrição. A pandemia de Covid-19 marcou o nosso quotidiano nos últimos anos, agravando a solidão e o isolamento social, em todo o mundo, o que inevitavelmente distanciou povos, nomeadamente dos países de língua portuguesa e Macau”, lê-se no comunicado da Somos!, que acrescenta: “Fortes medidas restritivas, como confinamentos e encerramento de fronteiras, limitaram as viagens, e também a movimentação de pessoas dentro dos próprios países e áreas de residência. Estas políticas causaram medo, solidão e deixaram-nos órfãos de afectos”.

      Por isso, a associação pretende reunir imagens que retratem como a pandemia mudou a nossa vida e mesmo fragmentos desses momentos de solidão originados pela pandemia: “As fotografias devem ser capazes de transbordar o que sentiram as comunidades dos países de língua portuguesa e de Macau nesse período e – agora com o devido distanciamento – dar uma visão de como se vai fechando esse ciclo de solidão. Por outro lado, podem igualmente destacar o que não voltou ao que era, os aspectos aos quais a pandemia atribui um carácter de imutabilidade”.

      Este concurso destina-se a todos os cidadãos dos países e regiões da lusofonia ou residentes de Macau que possuam fotografias enquadradas no tema, tiradas em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Goa, Damão e Diu. As fotografias que respeitem os critérios do regulamento serão admitidas a concurso e caberá posteriormente ao júri de profissionais da área da fotografia – Gonçalo Lobo Pinheiro (presidente do júri), Márcio Pimenta, Henry Milleo, Rui Miguel Pedrosa e Francisco Ricarte – a escolha das três vencedoras, às quais serão atribuídos prémios pecuniários no valor de 10 mil patacas ao primeiro classificado, 5 mil patacas ao segundo e 3.500 patacas ao terceiro. Essas fotografias farão depois parte de uma exposição a ser organizada pela Somos!, com a curadoria do fotógrafo António Sanmarful.