Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeCoutinho preocupado com a saúde física e mental dos funcionários públicos

      Coutinho preocupado com a saúde física e mental dos funcionários públicos

      José Pereira Coutinho enviou ontem uma interpelação escrita ao Governo em que alerta as autoridades para o estado de saúde dos funcionários públicos, assinalando que os três anos de restrições ligadas à pandemia deixaram marcas físicas e psicológicas nos trabalhadores.

      O deputado lembra que, em 2007, o Governo criou o Centro de Exame Médico para Funcionários Públicos, com atribuições especiais para avaliar o estado físico e mental dos funcionários no activo. O deputado aponta para “graves carências deste Centro, quer em termos de recursos humanos (médicos), quer logísticos (instalações e equipamentos), incluindo a demora dos testes e as marcações nas especialidades médicas para satisfazer as necessidades”.

      Por isso, o presidente da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) pergunta “que medidas concretas e eficazes vão ser imediatamente implementadas, para que todos os trabalhadores da função pública, incluindo das forças de segurança, sejam observados e avaliados em tempo útil”. O deputado pede também a eliminação da burocracia na marcação das consultas no Centro de Exame Médico para Funcionários Públicos.

      Por outro lado, Coutinho lembra que, desde a criação deste centro, “o número de trabalhadores da administração pública tem estado a aumentar” e “a capacidade de resposta do Centro é manifestamente insuficiente”. Por isso, o deputado sugere a reestruturação daquele centro “para que em tempo útil possa satisfazer as necessidades dos trabalhadores, aumentando a área das actuais instalações e contratando mais recursos humanos e apetrechamento de mais equipamentos modernos e suficientes”.

      Por fim, Coutinho pergunta qual a avaliação feita pelas autoridades de saúde em relação à condição física e psicológica dos 7.100 trabalhadores que solicitaram os seus serviços em 2022 e que medidas gerais propuseram às autoridades competentes para melhorar o estado de saúde dos funcionários.