Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29 ° C
29.9 °
28.9 °
94 %
3.6kmh
20 %
Ter
29 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeTrês quartos dos passageiros estão satisfeitos com o serviço dos autocarros

      Três quartos dos passageiros estão satisfeitos com o serviço dos autocarros

      Foram divulgados os resultados das avaliações às duas companhias de autocarros públicos de Macau: TCM e Transmac marcaram pontos no período de Janeiro a Julho de 2022, conseguindo ultrapassar as classificações do mesmo período no ano anterior. Foi também em Janeiro de 2021 que se passou a atribuir mais importância à satisfação dos passageiros, com os inquéritos e feedback destes a terem um peso de 40% na avaliação global dos serviços dos autocarros da RAEM.

       

      A Direcção para os Assuntos de Tráfego (DSAT) acaba de divulgar os resultados das últimas avaliações ao desempenho das companhias de autocarros de Macau. Nos primeiros seis meses de 2022, TCM e Transmac obtiveram B- e C+, respectivamente, a pontuação mais elevada desde a entrada em vigor do novo contrato em Janeiro de 2021. Tanto as classificações de serviço, como as pontuações de satisfação dos passageiros, foram positivas.

      Recorde-se que a DSAT iniciou a primeira avaliação do serviço de autocarros em Julho de 2013, “com o intuito de reforçar a fiscalização do serviço de autocarros”, como foi esclarecido no relatório publicado na página desta entidade governamental. Na altura,foram criados parâmetros de avaliação, mas estes foram alterados em Janeiro de 2021: antes, o grau de satisfação dos passageiros tinha um peso de apenas 10% na avaliação global, e agora é de 40%, e foram criados “mais canais de recolha do grau de satisfação dos passageiros”, permitindo que se consiga obter pareceres mais próximos da real avaliação do público.

      Para recolher as opiniões dos passageiros sobre os serviços de autocarro, foram realizados inquéritos de satisfação dos passageiros in loco nas paragens de autocarro, com recurso a investigadores independentes, passageiros “mistério”, e também se avaliou o nível de satisfação do uso da plataformaMPay aquando do pagamento do bilhete, ou do funcionamento da aplicação “Localização dos Autocarros”. Houve também avaliações trimestrais feitas no local e do serviço online.

      Actualmente, existem vários parâmetros de recolha de opiniões dos utilizadores dos serviços dos autocarros, em que se pergunta aos questionados se estão satisfeitos com o grau de estabilidade na condução, com a forma de conduta na condução, com a aparência e modo de parar ou fazer escala na paragem, e a forma como se transmite informações, ou se presta serviço de apoio ao cliente.

      Ambas as empresas de autocarros obtiveram pontuações elevadas de satisfação dos passageiros, as mais altas desde a entrada em vigor dos novos contratos de autocarros: numa escala de 40, a TCM obteve 30,1 e a Transmac, 27,1.

      Para além desta fatia de 40% do grau de satisfação do passageiro, as restantes parcelas dos indicadores do sistema de avaliação do serviço de autocarros são de 30% para o serviço e gestão, e de 30% para o equipamento de transporte e segurança.As classificações são geralmente emitidas numa base semestral. Nos parâmetros de gestão e serviço avalia-se a forma como as companhias de autocarros gerem a frequência de carreiras e partidas, como comunicam alterações de trajectos, ou transmitem informações sobre os veículos, paragens, ou os mapas da rede de autocarros. Quanto a equipamentos e segurança, é avaliada a taxa de avaria dos veículos e seus equipamentos, controlo de velocidade de circulação, taxas de infracções e acidentes, e o nível de asseio dos veículos.