Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
30.9 ° C
32.9 °
30.9 °
84 %
5.1kmh
40 %
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °
Dom
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioLusofoniaEntregues primeiros certificados de formação em língua portuguesa a funcionários de Díli...

      Entregues primeiros certificados de formação em língua portuguesa a funcionários de Díli  

      A iniciativa, no âmbito do projecto “Parceria para o Reforço da Governação Urbana, Inclusão Social e Promoção do Empreendedorismo em Díli, Timor-Leste” coordenado pela UCCLA, aconteceu no dia 5 de Maio, por ocasião do Dia Mundial da Língua Portuguesa. A União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a Autoridade Municipal de Díli (AMD), e com o financiamento da União Europeia, entregou, no passado dia 5 de Maio, por ocasião do Dia Mundial da Língua Portuguesa, os primeiros certificados de formação em língua portuguesa a 81 funcionários do Município de Díli, anunciou ontem a UCCLA em nota de imprensa.

      No evento participaram, em representação institucional, o vice-ministro da Administração Estatal de Timor-Leste, Lino de Jesus Torrezão, a presidente da AMD, Guilhermina Ribeiro, o Embaixador da União Europeia em Díli, Marc Fiedrich, representante da Embaixada de Portugal, autarcas das cidades de Baucau e Ermera (cidades membros da UCCLA), dirigentes e funcionários municipais, representantes da CML e da UCCLA, entre outras individualidades. Nos discursos institucionais proferidos, foi sublinhada a importância da aprendizagem da língua portuguesa para o desenvolvimento pessoal e profissional dos funcionários municipais.

      Tomás Filipe, director dos Recursos Humanos da AMD, referiu no seu discurso, em nome de todos os formandos, “além do agradecimento aos parceiros UCCLA e CML e à entidade financiadora União Europeia, a importância do Centro de Formação Municipal para permitir a capacitação dos funcionários municipais de Díli, podendo ser extensiva a funcionários de outras municipalidades”. Todo o projecto teve início no dia 1 de Maio de 2022 e é uma acção inserida no programa da Comissão Europeia “Autoridades Locais: Parcerias para cidades sustentáveis”, com a finalidade de fortalecer as autoridades locais pela promoção da cooperação descentralizada, envolvendo autoridades locais de países europeus parceiros, em sintonia com a Agenda para o Desenvolvimento Sustentável 2030.

      Em traços gerais, o projecto visa promover o desenvolvimento urbano integrado, sustentável e inclusivo de Díli, partindo pelo reforço da gestão e da prestação de serviços municipais de mobilidade urbana acessíveis, empreendedorismo, emprego e planeamento urbano, em conformidade com os requisitos da modernização administrativa Tem como beneficiários directos a AMD e outras organizações da sociedade civil, em particular de mulheres e jovens; comunidades e grupos tendencialmente frágeis; instituições de ensino e formação profissional; autoridades e administrações municipais no contexto alargado da administração territorial de Timor-Leste. Sendo que indirectamente, a toda a população do município de Díli.

      O programa tem a duração de 36 meses, terminando em Abril de 2025.