Edição do dia

Quinta-feira, 18 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.5 ° C
29.8 °
26.9 °
94 %
3.1kmh
40 %
Qua
28 °
Qui
28 °
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaPequim condena imposição de testes para viajantes da China

      Pequim condena imposição de testes para viajantes da China

      O Governo chinês condenou ontem a imposição de testes à Covid-19 por uma dúzia de países às pessoas que chegam da China e alertou que o país pode tomar medidas em retaliação.

      “Alguns países estabeleceram restrições de entrada que visam apenas viajantes chineses. Isso não tem base científica e algumas práticas são inaceitáveis”, disse a porta-voz do Ministério das dos Negócios Estrangeiros, Mao Ning, acrescentando que a China pode tomar “medidas recíprocas”. A China mantém as suas fronteiras encerradas para estrangeiros desde 2020. O país não emite vistos para turistas há quase três anos e impõe quarentena obrigatória à chegada no seu território. Estas medidas de isolamento serão levantadas a 8 de Janeiro, mas continuará a ser necessário um teste de rastreio de menos de 48 horas antes da chegada ao território chinês. A medida coincide com a esperada e gradual retoma das viagens ao estrangeiro pelos chineses após três anos em que estavam interditadas. Como precaução, uma dúzia de países, como Itália e Estados Unidos, decidiu impor testes PCR a viajantes provenientes da China, que está a ser atingida por uma onda de casos da Covid-19. Marrocos, por exemplo, proibiu pura e simplesmente a entrada no seu território a todos os viajantes provenientes da China, “independentemente da sua nacionalidade”.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau