Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
30.9 ° C
32.9 °
30.9 °
84 %
5.1kmh
40 %
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °
Dom
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeNúmero de passageiros nos autocarros públicos cai quase 32%

      Número de passageiros nos autocarros públicos cai quase 32%

      A Direcção dos Seviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) revelou as estatísticas relativas aos autocarros públicos relativas ao terceiro trimestre deste ano, que mostram que o número de passageiros decresceu 31,9% em comparação com o período homólogo de 2021. Entre Julho e Setembro deste ano foram transportados cerca de 36,2 milhões de passageiros.

       

      Em comparação com o ano passado, o número de passageiros dos autocarros públicos registou uma queda de 31,9%, revelam as estatísticas divulgadas pela Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT).

      Segundo o documento, publicado na página do organismo, o número total de passageiros transportados nos autocarros públicos, entre Julho e Setembro de 2022, foi de cerca de 32,6 milhões, o que significa então uma queda de 31,9%. Já o número médio de passageiros transportados foi de 354 mil, verificando-se uma descida em comparação com o ano passado na mesma proporção, de quase 32%.

      Por outro lado, os dados revelam que o número médio diário de frequência dos autocarros no terceiro trimestre do ano foi de 7.898. O número caiu 14,9%. No que toca à quilometragem dos autocarros públicos, foi de cerca de 116,9 quilómetros, menos 13,9% do que no terceiro trimestre do ano passado.

      No total, há 955 autocarros públicos, sendo que 539 são da TCM e 416 da Transmac. Há também 85 carreiras, 31 delas da Transmac e 55 da TCM. O número total de motoristas é agora de 1.392, com 633 a pertencerem à Transmac e 759 à TCM.

      A DSAT diz também que, no último trimestre, a carreira com mais passageiros foi a 3, que transportou 15.855 passageiros. Em segundo lugar surge o 25B, com 15.669, e depois o 33, com 15.408. As carreiras com menos passageiros foram a H1, com 449, a 37, com 457, e a H2, com 598.

      Dos 955 autocarros públicos em funcionamento actualmente, 306 são movidos a energias amigas do ambiente, indicam os dados da DSAT. Este número tem vindo a crescer exponencialmente ao longo dos anos. Em 2015, o número de autocarros movidos a energias limpas era de apenas 20. No ano passado havia só 121 veículos do género. Já os autocarros movidos a gás natural foram reduzidos para 50. Há um ano, o número era de 65.

      O número de autocarros públicos movidos a gasóleo também têm vindo a reduzir-se: Em 2015 eram 790; em 2016 eram 822; um ano depois o número cresceu para 828; e em 2018 o número chegou aos 844. Em 2019, registou-se uma diminuição dos autocarros movidos a gasóleo para 839, sendo que o número voltou a aumentar um ano depois para 921. Em 2021, o número foi reduzido para 846; e este ano, até Setembro, o número era de 649. Os dados mostram também que há actualmente um total de 434 paragens. Destas, 254 são na península, 131 na Taipa e 49 em Coloane.