Edição do dia

Sábado, 18 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
28.9 °
26.9 °
78 %
3.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaUruguai e China perto de cronograma para concluir acordo de livre-comércio

      Uruguai e China perto de cronograma para concluir acordo de livre-comércio

      Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros uruguaio, Uruguai e a China estão a trabalhar para concluir um cronograma que permitirá avançar num acordo de livre-comércio entre os dois países.

       

      A China e o Uruguai deverão concluir brevemente um cronograma que permitirá um acordo de livre-comércio entre os dois países, anunciou ontem o ministro dos Negócios Estrangeiros uruguaio. “Foi formada uma equipa de trabalho muito boa. Neste trabalho e nesta equipa, o negociador chefe fez um primeiro contacto com o homólogo chinês do Ministério do Comércio para estabelecer um cronograma”, explicou Francisco Bustillo, citado pela agência noticiosa Efe, que se encontrou com o director-geral para a América Latina e Caraíbas do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Cai Wei.

      Quando questionado sobre a possibilidade de todos os países do Mercosul avançarem juntos num acordo de livre-comércio com o gigante asiático, o chefe da diplomacia do Uruguai disse que continuará a negociar, como já anunciado pelo Presidente do país, Luis Lacalle Pou. “Estamos a dar passos nesta direção e (…) prevemos que, a dada a altura, os restantes Estados-membros do Mercosul se juntem a estas negociações”, acrescentou.

      De acordo com o ministro uruguaio, Montevideu espera concluir o acordo durante o mandato deste Governo, que termina em 1 de Março de 2025.

      Ainda sobre a possibilidade de os países do Mercosul avançarem num possível acordo de livre-comércio, Bustillo considerou que tal poderá acontecer a diferentes velocidades. “O Mercosul já deu um número infinito de flexibilidades, uma das quais é precisamente o tempo de negociação. Neste sentido, não estamos fechados à possibilidade de podermos concluir o nosso acordo de livre comércio com a China e, depois, outros países aderirem em alturas e ritmos diferentes”, concluiu.

      Já Cai Wei referiu que a sua visita à capital do Uruguai lhe permitiu perceber “a vontade firme de a comunidade uruguaia reforçar as relações com a China”. “A China, como forte defensora do comércio livre, está disposta a negociar e assinar acordos de livre-comércio com todos os países interessados”, acrescentou.

      A reunião entre os dois responsáveis decorreu na Torre Executiva, na capital uruguaia, e contou com a presença da ministra da economia, Azucena Arbeleche, e do secretário da Presidência do país, Álvaro Delgado.

      No passado dia 13, Lacalle Pou anunciou que o Uruguai e a China iam iniciar negociações para a assinatura de um acordo de livre-comércio, depois de uma conclusão “positiva” constar de um estudo de viabilidade que está a ser realizado pelos dois países. Lusa

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau