Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
14.9 °
14.9 °
77 %
8.8kmh
40 %
Qui
15 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Adolescente paga 161 mil patacas a amigo que conheceu na internet depois...

      Adolescente paga 161 mil patacas a amigo que conheceu na internet depois de promessa de massagens

      Joana Chantre 

      Um jovem de 18 anos, residente de Macau, fez queixa às autoridades depois de ter pago uma suposta caução a um amigo que conheceu numa plataforma online de encontros para homens que lhe prometeu um serviço de massagens. O adolescente acabou por não receber as massagens nem houve nenhum encontro. A quantia paga foi de 161.100 patacas, que seria reembolsada depois de se encontrarem e de o jovem pagar o preço estipulado de 800 patacas por três sessões.

       

      Na conferência de imprensa de ontem das autoridades policiais, foi detalhado um caso em que um jovem de 18 anos pagou 161.100 patacas a uma pessoa que conheceu na internet que lhe tinha prometido um serviço de massagens.

      A vítima, um estudante residente de Macau, apresentou queixa à Polícia Judiciária (PJ) na passada sexta-feira. O jovem alega que desde o início de Novembro que tinha vindo a falar com um “amigo especial” que tinha conhecido numa aplicação de encontros para homens. O amigo, segundo ele, disse que podia prestar serviços de massagens com um com desconto, sendo que ele teria de pagar 800 patacas por três sessões.

      Na noite de 8 de Dezembro, segundo as instruções do amigo que conheceu na internet, o jovem deslocou-se à Taipa para se encontrar com ele, porém, quando chegou ao local combinado, recebeu uma chamada de alguém a dizer-lhe que antes de se poderem encontrar teria de pagar uma caução, que seria mais tarde reembolsada. No total, a vítima acabou por pagar, 161.100 patacas ao amigo fictício, que acabou por desaparecer sem deixar rasto e sem efectuar nenhum dos serviços combinados. O jovem apresentou queixa à polícia. Ainda não há indícios do paradeiro nem da identidade do amigo massagista.

       

      Burla de esquema de investimento

       

      Na conferência de imprensa de ontem, foi também detalhado o caso de um residente local que caiu num esquema de investimento online e perdeu mais de um milhão de dólares de Hong Kong. Um homem local, na casa dos 50 anos de idade, fez queixa às autoridades depois de ter perdido 1,5 milhões de dólares de Hong Kong num suposto esquema de investimento online, usando uma moeda electrónica. O esquema, que durou meio mês, apresentou lucro nas primeiras vezes que foi feito o investimento, no entanto, conforme a quantia investida foi aumentando, os lucros acabaram por não poder ser retirados e o homem perdeu todos os seus fundos.

      Depois da queixa ser feita à polícia, o homem explicou que tudo começou porque foi persuadido por um amigo que conheceu online, para investir em dinheiro electrónico, numa determinada plataforma online, desde meados de Novembro do ano passado. O homem admitiu que conseguiu retirar um lucro de 40 mil renminbis e transferi-lo para a sua conta bancaria em Hong Kong, porém, que ainda teria investido mais 1,5 milhões de dólares de Hong Kong, que teriam desaparecido.

       

      PONTO FINAL