Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
30.4 ° C
30.4 °
30.4 °
78 %
6.5kmh
83 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More

      Breves

      O REGRESSO DE FRANKFURT

      Depois de uma edição totalmente virtual, em 2020, com encontros, debates e exposições a acontecerem apenas na internet, a Feira do Livro de Frankfurt anunciou o seu regresso à normalidade possível. Entre os dias 20 e 24 de Outubro, Frankfurt voltará a acolher editores de todo o mundo, agentes literários e escritores, definindo alguns dos negócios editoriais que hão-de marcar o próximo ano. A organização da feira já divulgou o plano de contingência que permitirá aos seus visitantes circularem em segurança, sempre com o distanciamento físico e a protecção garantidos, e os bilhetes de entrada – limitados –  podem ser adquiridos desde já por quem queira assegurar um lugar naquela que é uma das mais antigas feira do livro do mundo ainda em funcionamento.

      TRADUZIR HONG KONG

      A edição deste ano do simpósio Backreading Hong Kong está agendada para os dias 10 e 11 de Dezembro e tem como ponto de partida a ideia de “traduzir Hong Kong”. Organizado pelo departamento de Inglês e Literatura da Hong Kong Baptist University, o departamento de estudos linguísticos da University of Toronto Scarborough e pela revista Cha: An asian literary journal, o encontro já abriu inscrições e aceita propostas de comunicações até ao próximo dia 15 de Outubro. As comunicações não devem exceder os 20 minutos e os resumos podem ser enviados para os emails e .

      DE BERLIM PARA O MUNDO

      O Festival Internacional de Literatura de Berlim regressa em Setembro, entre os dias 8 e 18, e algumas das suas muitas sessões serão transmitidas on-line, permitindo a leitores de todo o mundo o contacto com os autores. Do programa deste ano fazem parte centenas de convidados, entre eles

      Ana Luísa Amaral, Bernardo P. Carvalho, Lídia Jorge e Patrícia Melo.

      HU XUDONG (1974-2021)

      O poeta Hu Xudong morreu no passado Domingo, aos 47 anos. Nascido em Chongqing, em 1974, juntava ao ofício poético o trabalho da tradução e da crítica, tendo-se especializado em Literaturas Comparadas, com destaque para a literatura chinesa contemporânea. Professor e investigador na Universidade de Pequim, Xudong era igualmente professor associado no Instituto de Literatura Mundial e vice-director do Núcleo de Cultura Brasileira, tendo vivido alguns anos no Brasil, onde aprendeu português. Nome reconhecido na vasta constelação da poesia chinesa contemporânea, com uma bibliografia que inclui nove livros de poemas, para além de ensaios, crítica e várias traduções, o autor foi uma das presenças da III edição do Festival Literário de Macau, Rota das Letras, em 2014.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau