Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.8 ° C
27.9 °
26.5 °
89 %
8.8kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeReabertura da cidade provoca aumento nas rendas dos espaços comerciais

      Reabertura da cidade provoca aumento nas rendas dos espaços comerciais

      O fim das restrições pandémicas e a reabertura da cidade está a deixar os proprietários optimistas e a fazer com que as rendas dos espaços comerciais aumentem. Segundo responsáveis do sector imobiliário, desde o passado domingo, as rendas das lojas já aumentaram cerca de 20 a 30% e, em alguns casos, até duplicou.

      Com o fim das restrições pandémicas e a reabertura de Macau, as rendas dos espaços comerciais estão a subir. Desde o passado domingo, dia do levantamento generalizado das restrições na cidade, algumas rendas de lojas já aumentaram entre 20 a 30%, adiantaram profissionais do sector, sublinhando que, em alguns casos, as rendas até duplicaram.

      Oliver Tong, director-geral da imobiliária JLL, disse ao Jornal Ou Mun que, no entanto, ainda não foram feitas transacções de acordo com os valores actualizados das rendas. O sector pede calma e apela a que os proprietários observem a tendência de aumento dos turistas nos próximos meses, de modo a atrair arrendatários para que então depois sejam aumentadas gradualmente as rendas.

      O responsável da JLL indicou que os preços têm subido mais nas zonas turísticas. Oliver Tong explica que, dado que a indústria viu as receitas diminuírem ao longo dos últimos três anos, agora quer recuperar o que foi perdido. “À medida que a economia de Macau recupera, é compreensível que os proprietários de lojas aumentem os preços das suas rendas, mas a taxa de aumento deve ser racional”, alertou Oliver Tong.

      Segundo Tong, muitos dos arrendatários indicaram que não renovariam o contrato se as rendas dos seus espaços aumentassem entre 20 a 30%, uma vez que continua a haver muitos espaços para lojas que estão desocupados.

      Opinião semelhante tem Hong Lei Lei, directora de vendas da agência imobiliária Midland Macau. De acordo com a responsável, Os proprietários estão a aproveitar este período inicial de recuperação económica para serem “mais agressivos” no aumento do preço das rendas dos espaços comerciais.

      Hong Lei Lei afirmou, citada pelo Jornal Ou Mun: “Após a reabertura oficial de Macau, o número de visitantes vai certamente aumentar, mas temos de prestar atenção à tendência de recuperação no futuro. Após três anos de epidemia, as estruturas sociais, industriais e de jogo em Macau mudaram e levará tempo a ver como o mercado reage”.

      A responsável reiterou também que os proprietários devem ser flexíveis e pacientes, ajustando as rendas em função da recuperação real da economia do território.

      Hong Lei Lei indicou ainda que há muitos investidores imobiliários de Hong Kong e do interior da China que se querem estabelecer em Macau, dado o recente aumento de visitantes a chegar à região.