Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
26.3 ° C
27.6 °
25.9 °
94 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
27 °
Sex
27 °
Sáb
27 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaXi Jinping quer novos caminhos para desenvolver universidades de classe mundial...

      Xi Jinping quer novos caminhos para desenvolver universidades de classe mundial da China

      O Presidente Xi Jinping pediu na segunda-feira a abertura de um novo caminho para construir universidades de classe mundial com características chinesas. O também secretário-geral do Comité Central do Partido Comunista da China e presidente da Comissão Militar Central fez as declarações durante uma visita oficial a uma instituição de ensino.

       

      Numa visita à Universidade Renmin da China em Pequim, Xi Jinping afirmou que pretende a abertura de um novo caminho para construir universidades de classe mundial com características chinesas. Xi enfatizou que segue a liderança do partido e transmite tradições revolucionárias na administração de universidades, afirmando ainda que as universidades chinesas devem estar profundamente enraizadas na China e evitar simplesmente copiar padrões e modelos estrangeiros, refere o Diário do Povo Online. A visita ocorreu antes do Dia da Juventude da China, que é celebrado anualmente em 4 de Maio.

      Em nome do Comité Central do PCC, Xi estendeu saudações festivas aos jovens de todos os grupos étnicos em toda a China, e expressou esperança de que todos os jovens do país asiático “tenham em mente as instruções do partido, lutem pelo rejuvenescimento nacional e trabalhem duro para obter os melhores resultados possíveis”.

      A história da Universidade Renmin da China remonta à Escola Pública Shanbei, fundada em 1937. A universidade cresceu ao longo das décadas, com foco em ciências humanas e sociais, bem como estudos marxistas. Durante sua visita, Xi primeiro foi a uma sala de aula inteligente para cursos ideológico-políticos. Sentou-se com os alunos, “ouvindo atentamente e participado nas suas discussões”.

      Enfatizando que as classes político-ideológicas devem desempenhar o seu devido papel na promoção da moralidade, o líder chines solicitou que essa educação seja adaptada às necessidades dos jovens em diferentes estágios de desenvolvimento.

      Xi Jinping pediu à Universidade Renmin da China que ofereça cursos ideológico-políticos mais exemplares para escolas de todo o país e instou as universidades de todo o país a cooperar mais com as escolas de ensino fundamental e médio na realização da educação político-ideológica.

      Visitando o museu da universidade, o governante pediu que a instituição “leve adiante as suas gloriosas tradições revolucionárias e sua distinta herança vermelha”.

      Numa praça do lado de fora do museu, Xi reuniu e conversou com professores seniores, especialistas e representantes de professores jovens e de meia-idade. Xi afirmou que construir universidades de classe mundial requer “professores de primeira classe”, ressaltando a importância de treinar professores competentes.

      Na biblioteca, Xi inspeccionou a exibição de literatura revolucionária e livros antigos e ouviu resumos sobre os esforços da universidade para proteger e usar literatura e livros antigos e aplicar pesquisas teóricas na prática. O Presidente chinês pediu o “aprimoramento da protecção, restauração e utilização abrangente” dos livros antigos da universidade por meio de meios modernos de ‘sci-tech’, construindo assim uma plataforma de informação de recursos acadêmicos de classe mundial, impulsionando o poder cultural do país.

      Mais tarde, Xi reuniu-se com representantes de professores e alunos num simpósio e proferiu um discurso onde destacou que a construção de uma universidade de classe mundial com características chinesas “não será eficaz seguindo cegamente outras ou simplesmente copiando padrões e modelos estrangeiros”. “Requer, em vez disso, abrir um novo caminho”.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau