Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
17.9 ° C
17.9 °
16.9 °
88 %
2.6kmh
40 %
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °
Seg
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Natal será celebrado com o Festival de Luz, que contará com a...

      Natal será celebrado com o Festival de Luz, que contará com a presença de “viajantes de Marte”

      Joana Chantre

      O Festival de Luz de Macau este ano vai convidar “viajantes de Marte”. Foi isso que a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) disse ontem numa conferência de imprensa que serviu para apresentar o evento. Os responsáveis da DST sublinharam a necessidade de dinamizar eventos nas várias comunidades e ajudar as pequenas e medias empresas, usando a fórmula “Turismo, Cultura e Criatividade” para promover a economia local.

       

      O Festival de Luz de Macau deste ano realiza-se sob o tema “viajantes de Marte” e começa no dia 4 de Dezembro, prolongando-se até 2 de Janeiro. O evento foi apresentado ontem, em conferência de imprensa, pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST), que explicou que o objectivo é dinamizar a economia comunitária com a fórmula de “turismo, cultura e criatividade”. O itinerário estender-se-á pelas diferentes zonas da cidade, incluindo as ilhas, com instalações de luz, jogos interactivos e espectáculos de vídeo mapping.

      Helena de Senna Fernandes, directora da DST, indicou que a adição de programas de entretenimento à noite tem como objectivo atrair visitantes a deslocarem-se e a consumirem em diferentes bairros pela cidade, salientando os benefícios económicos para os comerciantes e para a promoção da economia local.

      A responsável referiu também que, este ano, o festival vai abarcar várias comemorações, incluindo o dia do estabelecimento da RAEM, o solstício de Inverno, o Natal, a passagem de ano e o dia de Ano Novo. Adicionalmente, o dia de abertura vai ter também a “Gala de Drones Brilha sobre Macau”, um espectáculo de drones na zona do Lago Nam Van, nos dias 4, 11, 18, 20 e 25 de Dezembro, isto é, todos os sábados de Dezembro e no dia comemorativo da RAEM, das 19h às 21h45. Este evento envolve cinco noites, cinco equipas e cinco temas. Aqui serão 300 os drones simultaneamente a iluminar os céus, durante cerca de 15 minutos. Realizam-se duas sessões por noite.

      Outra novidade este ano é a inclusão do o Centro de Ciência de Macau e a Ponte Cais da Barra, entre os novos locais do Festival de Luz. Os locais abrangidos pelo festival este ano serão: o Nape, a zona de Nam Van do centro náutico e do Anim’Arte Nam Van, a zona de lazer da Rua do General Ivens Ferraz, no Fai Chi Kei, a zona da Praia do Manduco, Ponte Cais 1, a Ponte Cais da Barra, a zona central no percurso de ligação da Calçada do Amparo e a Rua dos Ervanários e em várias localizações na Taipa e em Coloane.

      O festival que pretende também, impulsionar as indústrias locais, além das instalações de luz, vai também oferecer jogos interactivos e espectáculos de vídeo mapping, com equipas de Macau, Hengqin, Changsha e Tóquio a apresentar quatro espectáculos. Os jogos vão habilitar as pessoas a ganhar lembranças temáticas especiais.

      Os espectáculos de vídeo mapping serão projectados em edifícios e pontos de atracção turística pela cidade. O Centro de Ciência, por exemplo, será uma nova aposta para a realização de espectáculos de vídeo mapping. Os temas dos espectáculos de vídeo mapping vão abranger a história e cultura de Macau e representar o título de Cidade Criativa da Unesco em Gastronomia, entre outros.

      Maria Helena de Senna Fernandes lamentou, contudo, a não realização do espectáculo de fogo de artificio deste ano, visto que não existem profissionais locais e é impossível a entrada de profissionais do estrangeiro, devido às restrições pandémicas.

       

      PONTO FINAL