Edição do dia

Sábado, 22 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
30.9 ° C
31.9 °
30.9 °
79 %
4.1kmh
40 %
Sáb
31 °
Dom
30 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaDSAL apoiou mais de 3.000 pessoas nos primeiros quatro meses do ano

      DSAL apoiou mais de 3.000 pessoas nos primeiros quatro meses do ano

       

      A Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL) revelou na passada sexta-feira em comunicado que, nos primeiros quarto meses deste ano, apoiou um total de 3.011 pessoas no acesso ao emprego, correspondendo a cerca de 1% da população activa residente no inquérito ao emprego realizado entre Dezembro de 2022 e Fevereiro de 2023. Em comparação com o número de residentes, mais de 6.000 pessoas, que conseguiram o acesso ao emprego pelo apoio da DSAL no ano transacto, o número de residentes de 3.011 pessoas registado nos primeiros quatro meses do corrente ano já atingiu a metade do número do ano transacto.

      Tendo em conta a questão estrutural verificada no mercado de emprego de Macau e quanto aos residentes que ainda não conseguiram integrar-se no mercado de emprego, a DSAL, em conjunto com a Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM), “continua a organizar sessões de emparelhamento específicas, as quais incluem diferentes sectores, posições e níveis salariais, e também vai lançar acções de aconselhamento de emprego, nomeadamente, palestras sobre sectores, workshops sobre as técnicas de entrevista e formação profissional, contribuindo assim para sensibilizar os residentes sobre o actual mercado de emprego e elevar a sua empregabilidade, de modo a estimular-lhes para a mudança de carreira profissional e o ajustamento da sua mentalidade para integrarem no mercado de emprego o mais breve possível e aproveitando as oportunidades de emprego trazidas pelo desenvolvimento diversificado de Macau”.

      Assim, ao mesmo tempo, a DSAL e a FAOM vão coorganizar a “Feira de recrutamento de grande envergadura 2023”, que terá lugar nos dias 5 e 6 de Maio, no Centro de Convenções e Entretenimento da Torre de Macau. O evento conta com a participação de um total de 56 empresas que abrangem vários sectores, tais como o sector de complexo turístico, hotelaria, transportes, comércio a retalho, bancário e utilidade pública, financeiro, tecnologia de informação, investigação científica, medicina, cultura, convenções e exposições, entres outros, e vai disponibilizar cerca de 2.600 ofertas de emprego.

      Este ano, foram realizadas 78 sessões de emparelhamento que se enquadram principalmente nos sectores de hotelaria, limpeza, venda a retalho em geral, venda a retalho de topo de gama e restauração, tendo apoiado ao emprego de um total de 1.697 pessoas.

      A DSAL referiu ainda, no mesmo comunicado à comunicação social, que, desde o lançamento do plano de formação subsidiada, e até Março, foram registados no total mais de 23 mil participantes inscritos. As inscrições para a 30.ª ronda terão início entre os dias 15 e 19 de Maio.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau