Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaObras de Bordallo Pinheiro em exibição na galeria Amagao

      Obras de Bordallo Pinheiro em exibição na galeria Amagao

      A Galeria Amagao inaugura dia 14 de Junho, às 18h30, a exposição “Feito com Amor”, com amostras das obras em cerâmica de Bordallo Pinheiro e da fábrica da Vista Alegre. Cem obras de vários estilos, tamanhos e figurações, representam o melhor da criatividade da comunidade ceramista de Portugal. A exposição faz parte do programa das comemorações de “Junho, Mês de Portugal na RAEM 2024”.

      Localizada no Artyzen Grand Lapa Macau, a Galeria Amagao é uma importante disseminadora da arte criada e produzida nos países de língua portuguesa. Abriu oficialmente em 2023 com a intenção de promover a arte local e internacional de artistas lusófonos em ligação ao continente asiático e celebra, com cada exposição organizada, a troca cultural e criativa entre a China e países lusófonos.

      Para esta nova exposição, a curadora Lina Ramades seleccionou obras de cerâmica criadas pelas duas maiores empresas da área em Portugal, a fábrica da Vista Alegre e as peças famosas de Bordallo Pinheiro.

      Fundada na cidade de Ílhavo em 1824, a Fábrica de Porcelana de Vista Alegre surgiu como a primeira unidade industrial dedicada especialmente à produção de porcelana de alta qualidade em Portugal. Com a liderança do seu fundador, José Ferreira Pinto Basto, a empresa aperfeiçoou a produção de porcelanas com alta qualidade artística e técnica, tornando-se uma referência de produtos portugueses deste tipo internacionalmente. Com uma tradição e história de 200 anos, continua a ser uma empresa reconhecida no universo ceramista português e produz anualmente cerca de 10 milões de peças.

      Para complementar a outra parte da exposição, estão patentes obras produzidas da antiga Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha, que actualmente levam a marca registada de um dos fundadores e artista renomado, Raphael Bordallo Pinheiro. Nos últimos 135 anos de história, destacou-se na arte cerâmica em Portugal, elevando a peças utilitárias ao nível de arte visual de apreciação própria, como esculturas com detalhe e qualidade técnica.

      A exposição teve como curador convidado Alexandre Marreiros e colaborou com as duas empresas referidas, recebendo apoio do Consulado-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, IPOR-Instituto Português do Oriente e AICEP-Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. As obras ficam em exposição até ao dia 8 de Agosto.

       

      E.C

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau