Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
30.6 ° C
33.2 °
29.9 °
89 %
4.6kmh
40 %
Ter
31 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaIAS recebeu até Março 21 pedidos de ajuda sobre vício de jogo

      IAS recebeu até Março 21 pedidos de ajuda sobre vício de jogo

      No primeiro trimestre deste ano, 21 pessoas pediram ajuda ao Instituto de Acção Social (IAS) no âmbito do distúrbio do vício do jogo, número que representa um decréscimo em comparação com a mesma época do ano passado. A maioria dos casos continua a envolver residentes, sendo que 20% dos pedidos de ajuda foram apresentados por não-residentes, sendo que muitos deles necessitam de um “acompanhamento intensivo”, segundo o organismo.

      Cheang Io Tat, chefe do Departamento de Prevenção e Tratamento da Dependência do Jogo e da Droga do IAS, recordou que o sistema de registo central dos indivíduos afectados pelo distúrbio do vício do jogo verificou um total de 169 casos no ano passado, e 70% foram residentes. Recorde-se que o número registado em 2023 foi o dobro do ano anterior, com uma subida de 54% face a 2019, e foi ainda o maior número desde que há registo.

      Em declarações ontem aos jornalistas, citado pelo canal chinês da Rádio Macau, o responsável referiu que, nos últimos anos, a linha directa de 24 horas e o serviço de aconselhamento online receberam uma média de 2.500 a 2.600 de pedidos de assistência por ano, sendo o da Internet responsável pela maioria desses pedidos. O IAS espera, assim, que os pedidos de ajuda online possam ser transferidos para o serviço presencial, de forma a prestar aconselhamento e acompanhamento.

      Cheang Io Tat acrescentou que pretende reforçar a cooperação com as regiões vizinhas, como Hong Kong, em termos de promoção de políticas ou serviços, de modo a que, através do mecanismo de ligação, os turistas necessitados possam beneficiar de serviços de acompanhamento contínuo após o seu regresso ao local de origem.

      As declarações de Cheang foram dadas à margem da Cerimónia de Abertura das Actividades Comemorativas do 15.º Aniversário da Promoção do Jogo Responsável “Pedir apoio para um futuro melhor” de ontem. o IAS convidou as operadoras de jogo para organizar exposições fotográficas sobre o desenvolvimento da indústria do jogo e do jogo responsável nas suas instalações. Hon Wai, presidente do IAS, disse esperar que, através da iniciativa, o público e os turistas possam compreender o trabalho do jogo responsável em Macau e encorajar as pessoas que sofrem de problemas do vício de jogo a procurar ajuda.