Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
31.7 ° C
34.8 °
30.9 °
89 %
5.1kmh
40 %
Ter
32 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaActividade internacional do sector bancário em queda

      Actividade internacional do sector bancário em queda

      A proporção da actividade internacional do sector bancário de Macau diminuiu no primeiro trimestre deste ano, verifica-se nas estatísticas da actividade internacional do sector bancário da região, divulgadas pela Autoridade Monetária de Macau (AMCM).

      Segundo as estatísticas, a quota das aplicações financeiras nos mercados internacionais, no activo total do sistema bancário, decresceu de 83,8%, taxa registada no final de Dezembro de 2023, para o nível de 83,3%, taxa reportada ao final de Março de 2024; e as responsabilidades internacionais no passivo total do sistema bancário desceram do nível de 81,8%, registado no final de Dezembro de 2023, para o nível de 81,1%.

      A moeda não local é a unidade principal nas transacções bancárias internacionais, diz a AMCM, acrescentando que, no final de Março, a pataca ocupava uma quota de 0,9% e 0,7%, respectivamente, no total do activo e no total do passivo financeiro internacional. O dólar de Hong Kong, o dólar dos Estados Unidos, renminbi e outras moedas estrangeiras representaram 34%, 41,1%, 19,6% e 4,5%, respectivamente, do total do activo internacional e 37,0%, 35,9%, 22,4% e 4%, respectivamente, do total da responsabilidade internacional.

      No final de Março, o total dos activos internacionais do sector bancário de Macau decresceu 3,2% relativamente ao trimestre anterior, tendo atingido 1.968,7 mil milhões de patacas. A AMCM assinala um decrescimento de 3,9%, correspondendo a 1.417 mil milhões de patacas das disponibilidades sobre o exterior e um decrescimento de 1,3%, correspondendo a 551,7 mil milhões de patacas dos activos locais em moedas estrangeiras. Os empréstimos de entidades não bancárias sobre o exterior que constituíram a maior parte dos activos internacionais diminuíram 3,4 %, tendo atingido 536,9 mil milhões de patacas.

       

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau