Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
83 %
6.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioInternacionalBuscas no gabinete de assistente de eurodeputado em Bruxelas por suspeita de...

      Buscas no gabinete de assistente de eurodeputado em Bruxelas por suspeita de espionagem

      A polícia belga fez ontem buscas no gabinete dum assistente do eurodeputado alemão de extrema-direita Maximilian Krah, da Alternativa para a Alemanha (AfD), ordenadas pelo Ministério Público federal da Alemanha, por suspeitas de espionagem para a China. Fonte ligada ao processo indicou à agência Lusa que em causa estão buscas pela polícia belga ao escritório no Parlamento Europeu de Jian Guo, assistente do eurodeputado Maximilian Krah da AfD, numa acção solicitada pelo Ministério Público federal alemão após a detenção no final de Abril deste assessor. A mesma fonte explicou que o direito alemão também prevê a possibilidade de realização de buscas a gabinetes de eurodeputados, mesmo que não sejam suspeitos, embora os documentos pertencentes a Maximilian Krah estejam protegidos por imunidade parlamentar. As buscas foram confirmadas pelo próprio eurodeputado alemão, que integra o grupo de extrema-direita Identidade e Democracia do Parlamento Europeu e que é o cabeça de lista da AfD às eleições europeias de Junho próximo.

      Numa publicação na rede social X (antigo Twitter), Maximilian Krah escreveu: “O escritório do meu ex-funcionário em Bruxelas foi objecto de uma busca ontem. Era de esperar que isso acontecesse após a sua detenção, pelo que não é de todo surpreendente, a única coisa notável é o facto de terem demorado tanto tempo a fazê-lo”. Ainda assim, o parlamentar garantiu: “Nem eu nem outros funcionários fomos afectados”. Questionada pela Lusa, fonte oficial do Parlamento Europeu escusou-se a comentar as investigações em curso. “Quando e se tal for solicitado, o Parlamento Europeu coopera plenamente com as autoridades policiais e judiciais para ajudar o curso da justiça e continuará a fazê-lo. Foi neste contexto que foi facultado o acesso a um gabinete”, referiu a mesma fonte sem especificar, embora se saiba agora tratar do gabinete de Jian Guo. As acções foram noticiadas pela agência de notícias francesa AFP, que deu conta de que o Ministério Público federal alemão realizou buscas no gabinete do eurodeputado da AfD Maximilian Krah no Parlamento Europeu devido a suspeitas de que um dos seus assistentes espia para a China.

      Maximilian Krah não é o alvo destas acusações e as buscas no seu gabinete em Bruxelas fazem parte de um procedimento “relativo a testemunhas”, afirmou o Ministério Público em comunicado, citado pela AFP. As buscas estão relacionadas com a detenção, a 23 de Abril, de Jian Guo, um assistente do eurodeputado, acusado de espiar para opositores chineses na Alemanha e de partilhar informações sobre o Parlamento Europeu com um serviço de informações chinês. Logo no dia seguinte à detenção, Maximilian Krah declarou que não iria retirar a sua candidatura após o escândalo de espionagem envolvendo um dos seus assistentes.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau