Edição do dia

Sábado, 25 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.4 ° C
28.2 °
25.9 °
94 %
4.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
26 °
Seg
27 °
Ter
29 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaHospitais de Macau têm 24 médicos vindos de Portugal

      Hospitais de Macau têm 24 médicos vindos de Portugal

      Os hospitais de Macau têm actualmente 24 médicos provenientes de Portugal, revelou ontem o Chefe do Executivo, que sublinhou a importância da cooperação com os países lusófonos.

      Numa sessão do plenário da Assembleia Legislativa (AL), Ho Iat Seng disse que as autoridades de Macau têm mantido “contactos estreitos e intensos” com os países de língua portuguesa, especialmente com Portugal” em sectores como o financeiro, o turismo e a saúde.

      Recorde-se que Elsie Ao Ieong, secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, esteve no final de Maio em Portugal para tentar recrutar médicos portugueses. Em Dezembro, os Serviços de Saúde disseram à Lusa que iriam propor a contratação de dois dos 12 médicos portugueses que se candidataram. Segundo as autoridades, alguns desistiram do processo porque, como tinham estatuto de residente em Macau, seriam obrigados a realizar internato e exames.

      As declarações de Ho Iat Seng surgiram em resposta a uma questão do deputado Eddie Wu sobre a sexta conferência ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. A conferência de três dias vai decorrer entre 21 e 23 de Abril e incluir a assinatura do novo plano de acção do organismo até 2027. Ho Iat Seng disse ontem no hemiciclo que está confiante que o documento vai “oferecer mais oportunidades de cooperação bilateral e também multilateral”.

      Inicialmente prevista para 2019, a sexta conferência ministerial foi adiada para Junho de 2020, devido às eleições para a Assembleia Legislativa de Macau, mas com a pandemia da Covid-19 acabou por não se realizar.

      Ho Iat Seng adiantou também ontem que a farmacêutica portuguesa Hovione, que se estabeleceu no território em 1986, pretende expandir-se para a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau