Edição do dia

Domingo, 19 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
83 %
6.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeCerca de 200 elementos da guarnição do exército chinês participaram em acção...

      Cerca de 200 elementos da guarnição do exército chinês participaram em acção de doação de sangue

      Cerca de 200 pessoas participaram na 21.ª actividade de doação de sangue a título gratuito na Guarnição em Macau do Exército de Libertação do Povo Chinês, na Taipa. Segundo um comunicado dos Serviços de Saúde, o número acumulado de dádivas de sangue ao longo dos anos foi de cerca de 2.400, tendo sido doados mais de 900.000 ml de sangue.

      O coronel Dai Jinsong, vice-comandante da Guarnição em Macau, afirmou na ocasião que “a doação de sangue é uma causa de caridade que beneficia a sociedade, é um laço vermelho que transmite sentimentos genuínos entre os povos e é uma importante demonstração do progresso da civilização social”.

      O responsável salientou que, desde a sua chegada a Macau em 1999, a Guarnição “sempre considerou Macau como a sua terra natal” e “tem mantido uma amizade profunda com os compatriotas de Macau”. “Este ano, o número de membros da Guarnição em Macau que participaram nas actividades de doação de sangue aumentou ainda mais, o que demonstra o desejo ansioso dos oficiais e soldados de Macau de contribuírem ainda mais para o bem-estar público de Macau”, afirmou o coronel Dai Jinsong, citado num comunicado dos Serviços de Saúde.

      Alvis Lo, director dos Serviços de Saúde, agradeceu a participação na actividade e lembrou que o relatório do 20.º Congresso Nacional do Partido Comunista da China coloca a “protecção da saúde da população” como uma prioridade estratégica de desenvolvimento. Além disso, “os Serviços de Saúde também colocam a protecção da saúde da população em primeiro lugar, empenhando-se em manter o fornecimento suficiente e estável de sangue em Macau, através do aperfeiçoamento contínuo do sistema de serviços de doação de sangue, da promoção activa da importância da doação de sangue junto dos residentes, da cooperação entre os serviços públicos, as associações sociais e as escolas, entre outros”, frisou o governante de Macau.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau