Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
26.3 ° C
27.6 °
25.9 °
94 %
2.1kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
27 °
Sex
27 °
Sáb
27 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaXi Jinping e Biden abordam cooperação em chamada telefónica

      Xi Jinping e Biden abordam cooperação em chamada telefónica

      O Presidente chinês, Xi Jinping, conversou por telefone com o Presidente dos EUA, Joe Biden, na terça-feira a pedido do governante americano. Os dois presidentes tiveram uma troca de opiniões “franca e profunda” sobre as relações China-EUA e assuntos de interesse mútuo, segundo o Diário do Povo Online.

      Xi Jinping observou que a reunião em São Francisco com Biden em Novembro passado abriu uma visão de São Francisco orientada para o futuro. Nos últimos meses, os seus funcionários agiram seriamente de acordo com os entendimentos presidenciais. O relacionamento China-EUA está a começar a estabilizar-se, algo que foi saudado pela sociedade e pela comunidade internacional. Por outro lado, há factores negativos do relacionamento que têm vindo a aumentar e isso exige a atenção de ambos os lados.

      O líder chinês enfatizou que a questão da percepção estratégica é sempre fundamental para o relacionamento China-EUA. “Dois grandes países como a China e os Estados Unidos não devem cortar os seus laços ou virar costas um ao outro, muito menos cair no conflito ou no confronto. Os dois países devem respeitar-se mutuamente, coexistir em paz e prosseguir uma cooperação de benefício mútuo. As relações devem continuar a avançar de forma estável, sólida e sustentável, em vez de retroceder”, escreve o Diário do Povo Online, em resumo do telefonema.

      Xi sublinhou três princípios fundamentais que devem orientar as relações China-EUA em 2024. Primeiro, a paz deve ser valorizada. Os dois lados devem defender o “limite mínimo” de ausência de conflito e de confronto no relacionamento e continuar a reforçar a perspectiva positiva do relacionamento. Segundo, a estabilidade deve ser priorizada. Os dois lados devem abster-se de retroceder no relacionamento, provocar incidentes ou ultrapassar limites, de modo a manter a estabilidade geral do relacionamento. Terceiro, a credibilidade deve ser mantida. Os dois lados devem honrar os seus compromissos um com o outro com acções e transformar a visão de São Francisco numa realidade. Para além disso, precisam de fortalecer o diálogo de maneira respeitosa, gerir as diferenças prudentemente, promover a cooperação no espírito de benefício mútuo e intensificar a coordenação em assuntos internacionais de maneira responsável, refere ainda o Diário do Povo Online.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau