Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioÁsiaTailândia perto da legalização dos casinos

      Tailândia perto da legalização dos casinos

      A Tailândia está a um passo da legalização dos casinos, com a aprovação de um estudo pela Câmara dos Representantes A Câmara dos Representantes da Tailândia aprovou, na quinta-feira, um estudo que recomenda o desenvolvimento de uma indústria legal de casinos, devendo o plano ser agora enviado ao Governo para aprovação final. A votação na Câmara foi praticamente unânime, com 253 dos 257 deputados presentes a votarem a favor da passagem do estudo à fase final.

      A legalização dos casinos é vista pelos poderes públicos como um meio de gerar receitas adicionais para o turismo, ao mesmo tempo que se combate a proliferação de antros de jogo ilegal em todo o país. Espera-se também que a legalização do jogo nos casinos possa limitar o número de tailandeses que jogam nos casinos fronteiriços do Camboja e do Vietname, a sul, e de Myanmar e do Laos, a norte.

      O estudo recomenda a imposição de um imposto de 17% sobre as receitas brutas do jogo – o que o torna um dos regimes fiscais mais baixos da região – e o pagamento de um imposto de entrada de um montante ainda por determinar. A duração da licença será fixada num período inicial de 20 anos, renovável de cinco em cinco anos, e os maiores complexos de casino exigirão um investimento mínimo de 2,7 mil milhões de dólares. Segundo o analista do Maybank Investment Bank, Samuel Yin Shao Yang, poderão ser desenvolvidos até oito complexos de casino.

      O projecto dos casinos recebeu também o apoio do primeiro-ministro tailandês, Srettha Thavisin, que afirmou na quinta-feira que a legalização dos casinos era uma forma de combater a “economia paralela”, segundo um relatório do The Bangkok Post. “Chegou a altura de a nossa sociedade deixar de esconder o jogo, que anda por aí, e de o regular e tratar devidamente”, afirmou. “Não sei ao certo quando é que a lei será aprovada e um complexo de entretenimento poderá começar a funcionar. Provavelmente vai demorar algum tempo. Durante o período intermédio, temos de combater as actividades ilegais”.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau