Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeHabitação económica com poucas candidaturas face aos concursos anteriores  

      Habitação económica com poucas candidaturas face aos concursos anteriores  

      A apresentação das candidaturas à habitação económica de 2023 vai terminar hoje, após a prorrogação do prazo por três meses. O presente concurso visa fornecer 5.415 fracções na Zona A dos Novos Aterros para a aquisição dos residentes, mas o número de candidaturas continua a estar relativamente baixo, com quase 6.017 boletins recebidos até ontem, às 15h, por parte do Instituto de Habitação (IH).

      Recorde-se que os dois concursos anteriores da habitação económica foram melhor recebidos pelos cidadãos, com um número de candidaturas correspondente ao dobro, e até 12 vezes superior ao de disponibilização de casas. Na ronda de 2021 que disponibilizou a venda de 5,254 fracções, também na Zona A dos Novos Aterros, foram recebidas 11.707 candidaturas, das quais 9.796 foram admitidas. Já no concurso de habitação económica de 2019, houve 37.487 candidaturas que foram apresentadas ao IH para concorrer a 3.011 fracções na Zona A dos Novos Aterros.

      A presente ronda de concurso à habitação económica começou no dia 27 de Setembro e estava prevista para concluir o processo de candidaturas em três meses. No entanto, até ao final de Dezembro o IH recebeu apenas 3.957 boletins de candidatura para concorrer às cinco mil fracções. Nessa altura, as autoridades acabaram por anunciar uma prorrogação do prazo para apresentação de candidaturas por mais três meses, “para que os residentes tenham mais tempo para ponderar a apresentação das candidaturas à habitação económica”, justificou.

      As habitações económicas disponíveis para a aquisição neste concurso serão construídas nos 5 lotes da Zona A dos Novos Aterros: B5, B7, B8, B11 e B12, e as casas incluem 1.657 da tipologia T1, 3.216 da tipologia T2 e 542 da tipologia T3.

      Segundo os dados estatísticos do IH, dos seis mil boletins submetidos, 4.869 já têm todos os documentos entregues, dos quais 2.287 são candidaturas individuais, e 94% são residentes com 23 a 44 anos de idade. Dos restantes, 1.241 candidaturas são de agregado familiar de duas pessoas, e 826 com famílias de três membros. A maioria dos candidatos que se candidataram juntamente com os agregados familiares têm idade compreendida entre 23 e 44 anos.