Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaCarnaval de Arte Urbana leva grupos estrangeiros do Desfile Internacional ao centro...

      Carnaval de Arte Urbana leva grupos estrangeiros do Desfile Internacional ao centro da cidade

      Em antecipação do Desfile Internacional de Macau de domingo, o Instituto Cultural organizou pequenas actuações que já estão a decorrer desde dia 17 e culminam na tarde de sábado, 23, com alguns grupos estrangeiros a actuarem no Largo de São Domingos e na Praça Tap Seac espalhando proezas acrobáticas e marionetas em actuações coloridas pelo centro da cidade.

       

      Este sábado, 23 de Março, o centro da cidade irá ser palco do “Carnaval de Arte Urbana”, um programa paralelo do Desfile Internacional de Macau que servirá como antecipação do grande evento de domingo. O Instituto Cultural (IC), organizador da iniciativa, quis assim estender as “vibrações animadas do Desfile”, proporcionando uma série de “actuações divertidas” que vão ser apresentadas ao longo de um percurso que se estende desde o Largo de S. Domingos até à Praça do Tap Seac.

      No Largo de S. Domingos, das 12h às 16h, será possível ver as actuações dos grupos internacionais Afuma, African Masks, Dodos, Companhia de Teatro Little Comma, Cal y Canto Teatro, Grande Cantagiro Barattoli, Macau Anglican College Primary Percussion Ensemble, MGRASSU, Odília Nunes, Dulce Duca e A La Fresca, com cada grupo a exibir as suas proezas.  As actuações, acrescentou a organização, envolvem artistas caminhantes de andas africanas, danças de máscaras coloridas, pássaros dodó “enfeitiçados”, uma “invasão” da Mulan, bonecas numa orquestra, amas “Oolong”, papagaios a voar, acrobacias em patins, marionetas musicais em miniatura e ‘flashmobs’ musicais.

      Na Praça do Tap Seac, das 17h às 18h, o experiente criador de marionetas Mike Troxel, da Noruega, convocará um grupo de estranhas e misteriosas criaturas unilaterais para uma festa dançante, e o Autin Dance Theatre, do Reino Unido, irá girar uma roda gigante com todo o público, indicou ainda o IC. Noutra zona mais acima da Praça Tap Seac, na Rotunda Carlos da Maia, também este sábado, a Associação de Papel da Ópera Yueju Wu Jun Fu de Macau irá apresentar três actuações de “Boneco de Madeira com Batida Dinâmica”. As actuações entre as 14h e 18h combinam a vertente performativa do Wing Chun do Barco Vermelho e as batidas fortes dos gongos e tambores da ópera cantonense. O público vai também poder experimentar tocar nos gongos e tambores e manusear os bonecos de madeira de Wing Chun, contactando assim de perto com uma tradição local e popular.

      Entre hoje e domingo, uma terceira actividade complementar do desfile vai ser apresentada na Praça de Jorge Álvares. A exposição interactiva “Confissão na Primavera”, de autoria do Clube de Arte e Literatura de Três Pessoas, explora as confusões e desencontros de namorados que se encontram na Rotunda de Carlos da Maia.

      No domingo passado, dia 17, o programa incluiu ainda o “Carnaval Colorido da Dança do Ventre” no Jardim do Mercado do Iao Hon, com a Associação de Juventude de Dança Oriental Internacional de Macau a proporcionar uma série de actuações de dança oriental (dança do ventre), dois workshops e painéis expositivos dedicados à história e cultura deste estilo de dança.

      Recorde-se que o Desfile Internacional de Macau este ano celebra 10 anos e volta a acolher actuações internacionais, com a participação de ao todo cerca de 1.800 artistas de 64 grupos performativos da região e 17 de Portugal, Brasil, Moçambique, Togo, França, Espanha, Noruega, Reino Unido e Itália. Quanto ao percurso do desfile em si, este irá arrancar a partir das Ruínas de São Paulo no dia 24 às 15h, prosseguindo para o Largo do Senado e outras zonas do centro da cidade até chegar à praça do Lago Sai Van, onde a actuação final decorrerá às 18h30.