Edição do dia

Domingo, 14 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
28.9 ° C
29.9 °
28.9 °
79 %
5.7kmh
40 %
Dom
29 °
Seg
27 °
Ter
27 °
Qua
28 °
Qui
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeNúmero de tentativas de suicídio em subida acelerada

      Número de tentativas de suicídio em subida acelerada

      Acompanhando os números das mortes por suicídio, também as tentativas de suicídio têm aumentado de forma substancial em Macau. Segundo os números divulgados nos últimos anos pelo gabinete do secretário para a Segurança, e analisados pelo PONTO FINAL, em sete anos o número de tentativas de suicídio disparou 176%.

       

      Em 2017, o número de tentativas de suicídio foi 93; em 2023, o número cresceu substancialmente para 257. Este aumento, verificado pelo PONTO FINAL a partir das estatísticas divulgadas anualmente pelo gabinete do secretário para a Segurança, é de mais de 176%.

      No ano passado, registou-se o maior número de tentativas de suicídio – ou parasuicídio, como é referido pelas autoridades – pelo menos desde 2015, ano a partir do qual estão disponíveis estes dados estatísticos. Nesse ano, registaram-se 101 tentativas de suicídio e no ano seguinte foram 111. Em 2017, o número atingiu o valor mais baixo: 93. Em 2018, o número de tentativas subiu para 120 e em 2019 caiu para 112. A partir daí, foi sempre a subir: 132 em 2020, 186 em 2021, 234 em 2022 e os referidos 257 no ano passado.

      Em 2023, a maioria das tentativas de suicídio (77) foram por parte de jovens dos 15 aos 24 anos. Houve ainda 52 pessoas entre os 25 e 34 anos que tentaram pôr termo à vida e 40 entre os 35 e 44 anos. De notar ainda que, no ano passado, 33 crianças entre os 5 e os 14 anos também tentaram suicidar-se. No ano anterior, também tinha sido a faixa etária dos 15 aos 24 que mais tentou o suicídio (69) e o mesmo aconteceu em 2021 (63).

      O aumento do número de tentativas de suicídio tem acompanhado o número de mortes resultantes de suicídios. No total, no ano passado, registaram-se 88 mortes por suicídio – número mais alto da última década, pelo menos. Nos anos em que estiveram em vigor as restrições pandémicas no território (2020, 2021 e 2022), verificaram-se, respectivamente, 76, 60 e 80 suicídios. Em 2019, antes da pandemia, registaram-se 66 suicídios. Há dez anos, o número de suicídios no território tinha sido de 68.

      Recorde-se que há serviços de saúde mental que estão disponíveis através de marcação prévia nos centros de saúde do Tap Seac, do Fai Chi Kei, da Areia Preta, da Ilha Verde, dos Jardins do Oceano, de Nossa Senhora do Carmo – Lago, da Praia do Manduco e de Seac Pai Van para tal efeito, sem necessidade de carta de transferência. Por outro lado, há associações, como a Caritas, a União Geral das Associações dos Moradores de Macau e a Associação Geral das Mulheres de Macau, que prestam aconselhamento psicológico. A Linha Aberta “Esperança de Vida da Caritas” está disponível através do número 28525222.