Edição do dia

Domingo, 14 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
27.9 °
26.9 °
89 %
4.6kmh
40 %
Dom
27 °
Seg
27 °
Ter
27 °
Qua
28 °
Qui
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeIniciativas de angariação de donativos para caridade pautam celebrações do Dia da...

      Iniciativas de angariação de donativos para caridade pautam celebrações do Dia da Mulher

      O International Ladies Club, e as Câmaras de Comércio da Inglaterra, Canadá e Austrália em Macau, organizaram este ano iniciativas de recolha de fundos que irão depois ser doados ao Centro Bom Pastor, instituição que apoia mães solteiras e mulheres em situação precária. As iniciativas incluem um almoço no St. Regis e uma caminhada no trilho da Taipa Grande. Há também festa no DD3 e workshop de Wellness no Warehouse Studio.

       

      Para assinalar o Dia Internacional da Mulher, que se assinala anualmente a 8 de Março, o International Ladies Club of Macau (ILCM) está a promover uma caminhada ao ar livre no dia 17 de Março entre as 9 e 11 da manhã para ajudar a angariar fundos para o Centro Bom Pastor. A instituição de cariz social oferece um local seguro para mães solteiras, raparigas em risco e mulheres que sofreram abusos físicos e emocionais.

      A contribuição monetária pretende apoiar o programa de aulas de Arte-Terapia, e Interesse pela Arte, e ainda uma exposição desses trabalhos, um programa que as organizadoras dizem servir como uma ferramenta de apoio a mulheres em situação precária. “Este projecto permite que as mulheres expressem as suas histórias de vida e habilidades artísticas, valorizando-se através da arte, criando uma experiência de cura e fortalecimento”.

      As organizadoras esclareceram que a caminhada de cerca de uma hora irá percorrer o trilho da Taipa Grande, trilho de 3,2 quilómetros que no dia 17 de Março será percorrido duas vezes para “se suar um pouco”. No fim do trilho, a irmã Rosanna do centro de apoio às mulheres irá elucidar os presentes sobre o programa de arte, podendo estes ainda usufruir de um momento de chá ou café e pastelaria. Com valor de participação de 200 patacas para adultos, e 100 patacas para crianças, as inscrições podem ser feitas através dos telefones 66823586 ou 62836501.

      Jolene Zhao de Amaral, presidente da ILCM, esclareceu ao PONTO FINAL que o clube apoia o Centro Bom Pastor há muitos anos. “Durante uma das nossas visitas regulares, a Irmã Rosanna falou-nos do seu desejo de iniciar um programa de Arte-Terapia para as mulheres que estão a ajudar, para que possam contar as suas histórias e trabalhar as suas emoções”. A representante da ILCM partilhou que considera o projecto “belo” e “muito valioso”.

      Depois, surgiu a vontade de começar a angariar fundos para o projecto, aproveitando-se o mês de Março, mês do Dia Internacional da Mulher, para realizar a caminhada de apoio à causa. Jolene Zhao de Amaral referiu ainda que daqui a um ano pretende-se realizar uma exposição para dar a conhecer os trabalhos que foram criados através do programa, aproveitando também para “sensibilizar para as questões da violência contra as mulheres”, esclareceu. “Vamos marchar juntas com o objetivo e a determinação de fazer a diferença”, acrescentou.

      Entretanto, antes disso, outro evento em benefício do mesmo centro de apoio a mulheres desfavorecidas vai decorrer no dia 8 de Março. “Inspire Inclusion – inspirar a inclusão” é o título do almoço de beneficência organizado pelas Câmaras de Comércio “ABC” – Australia, Britain & Canada; da Austrália, Inglaterra e Canadá – que irá decorrer entre as 12h e as 14h30 no Hotel St. Regis. No evento irão discursar Catarina Cottinelli da Costa, directora da delegação de Macau da Fundação Oriente, Gabriella Chang, vice-presidente sénior de Segurança da Sands China, e Helena Kok, parceira da firma de advocacia MdME.

      A iniciativa, que conta ainda com o apoio da Macau Business, da Escola Internacional de Macau (TIS) e da Wing Tai, afirma que o encontro será preenchido por uma discussão em torno de temas “interessantes e inspiradores”. O valor de participação é de 550 patacas por pessoa, ou de 4.400 patacas para uma mesa de oito pessoas, esclareceram ainda os organizadores, contribuições que serão revertidas para o Centro Bom Pastor.

       

      DANÇAR = MULHERES

       

      No dia 8, sexta-feira, as celebrações do dia internacional incluem uma noite de dança e festa na discoteca DD3 Verandah, na Doca dos Pescadores. As cantoras Betchy Barros e Guilana Fellini e o músico João Mascarenhas irão actuar ao vivo com uma selecção de canções de jazz, música latina, pop, r&b, e rock. O DJ Malagueta tocará também outros sucessos latinos e afro dos anos 80 e 90, acrescentou a organização do evento nocturno, que oferece uma bebida de cortesia a todas as mulheres “poderosas e maravilhosas” que participem no evento.

      No mesmo fim de semana, mas na tarde de sábado, 10 de Março, a nutricionista Catarina Rodrigues, a terapeuta Ana Júlia Sampaio e especialista em óleos essenciais Sandi Manhão propõem um programa de wellness no Warehouse Studio, na Taipa. O workshop dedicado ao bem-estar das mulheres terá a duração de 3h30 e inclui dança consciente, meditação,  exercícios de respiração, conselhos de alimentação “intuitiva”, uma sessão de óleos essenciais e ainda uma refeição ligeira com snacks saudáveis. As organizadoras nas redes sociais lançaram um convite para a participação neste workshop “focado na saúde”, que nas palavras das próprias vai permitir “desligares-te do mundo exterior e a ligares-te a ti próprio”.

      Sobre a modalidade de dança proposta para o workshop, a “Dança Consciente”, a orientadora Ana Júlia Sampaio explicou ao PONTO FINAL que a técnica consiste num tipo de movimento terapêutico que “nos permite conectarmo-nos com o nosso corpo, as nossas emoções e a nossa intuição através do movimento corporal consciente”. Também uma forma de meditação activa, a dança consciente é um meio de auto-consciência, exploração criativa, e “autoexpressão livre e autêntica”. A mesma defende que o método melhora o foco, ajudando a filtrar distrações, e desbloqueando padrões limitantes. “A partir da dança, do movimento meditativo, alongamentos, relaxamento e respiração os participantes são convidados a conhecerem-se, a desenvolver a sua consciência corporal, fortalecer a conexão mente-corpo-ação e consciência, que os inspirará a respeitar o seu corpo e a levar uma vida mais saudável e alegre”, acrescentou.