Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.8 ° C
27.9 °
26.5 °
89 %
8.8kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaColaboração entre Macau e Guangdong no último ano teve novos e importantes...

      Colaboração entre Macau e Guangdong no último ano teve novos e importantes progressos

      O Chefe do Executivo e uma delegação estiveram ontem em Cantão para um encontro com o secretário do comité provincial de Guangdong do PCC e o governador da província. Satisfeito com os “novos e importantes progressos” da colaboração entre as duas regiões, Ho Iat Seng destacou em particular a “responsabilidade” do actual ano, de entrada em funcionamento da zona aduaneira autónoma de Hengqin.

       

      Fazendo-se acompanhar do secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Elsie Ao Ieong, o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, e a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, Hoi Lai Fong, entre outros, o Chefe do Executivo esteve na segunda-feira, dia 26, em Cantão, encontrando-se com o secretário do comité provincial de Guangdong do Partido Comunista Chinês (PCC), Huang Kunming. O vice-secretário e o governador da província de Cantão estiveram também presentes no mesmo encontro.

      Fazendo o balanço do último ano, Ho Iat Seng comentou que em Macau se tem apostado na melhoria das condições de vida da população, investindo-se na diversificação da economia através de um conjunto de políticas e medidas de promoção económica e de expansão das fontes de visitantes.

      Quanto à parceria com Guangdong, o governante acredita que se têm registado “novos e importantes progressos” sobretudo em termos da aceleração e eficácia de Hengqin. “O sistema de negociação, construção, administração conjuntas e a partilha de resultados também tem sido constantemente aperfeiçoada e demonstra ter um funcionamento tranquilo”, comentou.

      Ho Iat Seng quis ainda destacar as ambições do Governo de Macau para este ano, um ano de “grande responsabilidade”, já que, para além de se assinalar o 25.º aniversário da RAEM, se está a concretizar “os objectivos da primeira fase de desenvolvimento da Zona de Cooperação Aprofundada”. O Governo de Macau pretende continuar a manter uma comunicação estreita com Guangdong, acelerando a interligação das infraestruturas, e conectando “regras e mecanismos”. As áreas da indústria, ciência e tecnologia, abertura financeira, cultura, desporto e turismo, entre outros, estarão em foco para o ano vindouro, destacou o dirigente.

      A entrada em funcionamento da zona aduaneira autónoma de Hengqin também foi abordada pelo Chefe do Executivo, com o responsável a garantir que irão ser continuamente empregues esforços de apoio e colaboração com Guangdong e as partes competentes para que se possa alcançar “resultados satisfatórios” no desenvolvimento da Zona de Cooperação.

      Por sua vez, o secretário Huang Kunming, em representação do comité e governo provincial, recordou iniciativas de cooperação marcantes, como a “Circulação de veículos de Macau na província de Guangdong”, o projecto do Novo Bairro de Macau em Henqgin e a construção da Zona de Cooperação em Hengqin, que diz estar a avançar com estabilidade.

      Lembrando que este ano se celebra o 5.º aniversário da divulgação da “Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, destacou que a “boa realização dos trabalhos de cooperação entre Guangdong e Macau deste ano tem grande significado e responsabilidade”. Como tal, é preciso haver “empenho em potenciar as vantagens da ciência e da tecnologia, de quadros qualificados e dos recursos externos das duas regiões, e de continuar a aprofundar a cooperação nas áreas da indústria económica e comercial, educação e cuidados médicos, emprego e segurança social, convenções, exposições, cultura e turismo, entre outras”, destacou.

       

      Chefe do Executivo recebe presidente da Sinopharm na sede do Governo

       

      O secretário do Comité do Partido Comunista e presidente do Conselho de Administração da China National Pharmaceutical Group (Sinopharm), Liu Jingzhen, foram recebidos por Ho Iat Seng na passada segunda-feira na sede do Governo, onde trocaram opiniões sobre o desenvolvimento da indústria ‘big health’ e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin, entre outros temas. O Chefe do Executivo reiterou ainda que a partir de 1 de Março, a Zona de Cooperação Aprofundada entrará em funcionamento como zona aduaneira autónoma, fazendo votos para que a Sinopharm invista na Zona. Na zona de liberalização transfronteiriça será implementado o modelo de gestão separada que consiste na liberalização de “primeira linha” e controlo de “segunda linha”.