Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaViagens e consumo superam níveis de 2019 no Ano Novo Lunar na...

      Viagens e consumo superam níveis de 2019 no Ano Novo Lunar na China

      A China registou 474 milhões de viagens e gastos turísticos de 632,7 mil milhões de yuans durante as férias do Ano Novo Lunar, acima dos níveis de 2019. Entre os destinos mais populares estiveram a província de Yunnan e a ilha de Hainão.

       

      O Ministério da Cultura e Turismo chinês disse, no domingo, que as viagens realizadas durante a chamada ‘semana dourada’ de oito dias, terminada no sábado, subiram 34,3% em termos homólogos e 19% em relação a 2019.

      Esta foi a primeira vez desde o fim da política ‘zero covid, em Dezembro de 2022, e depois quase três anos de rigorosas restrições, que as viagens na China durante o Ano Novo Lunar excederam os níveis pré-pandemia.

      Já os gastos com o turismo aumentaram 47,3% em termos homólogos e 7,7% em comparação com o último ano antes do início da pandemia de covid-19, disse o Ministério.

      Entre os destinos mais populares estiveram a província de Yunnan e a ilha de Hainão, no sul, ou a cidade de Harbin, no nordeste do país, onde as reservas aumentaram 40% graças ao popular festival de esculturas de gelo. “O mercado do turismo está vibrante e o consumo durante as férias aumentou. Impulsionado por políticas favoráveis, como a isenção mútua de vistos ou a retoma das rotas aéreas, o turismo (…) também acelerou a recuperação”, indicou.

      O Ministério acrescentou que os chineses realizaram cerca de 3,6 milhões de viagens ao estrangeiro durante as férias, enquanto a China continental recebeu cerca de 3,23 milhões de visitantes. No entanto, de acordo com o portal financeiro Yicai, os voos internacionais recuperaram apenas 69% do nível pré-pandemia durante as férias.

      Por outro lado, a agência de viagens Trip.com destacou que os principais destinos estrangeiros, que incluem Singapura, Tailândia e Malásia, registaram um crescimento superior a 30% nas reservas feitas por chineses.

      O período do Ano Novo Lunar, o maior movimento de massas do mundo, é a principal festa tradicional das famílias chinesas e acontece em Janeiro ou Fevereiro, consoante o calendário lunar. Este ano, o primeiro dia do ano celebrou-se a 10 de Fevereiro.

      Depois de um Ano Novo Lunar de 2022 marcado por uma enorme vaga de covid-19, havia uma “considerável procura reprimida” em termos de consumo, disse Ting Lu, um analista do banco Nomura. Além disso, os feriados duraram oito dias este ano, contra sete em 2019, o que favorece a comparação. Isto “contribuiu para mais viagens”, sublinhou o banco de investimento Goldman Sachs.

      Mais de um milhão de chineses visitou Macau na semana do Ano Novo Lunar, entre 10 de Fevereiro e sábado, de acordo com dados publicados pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST) de Macau. A recuperação do consumo e do turismo acontece numa altura em que a segunda maior economia do mundo tem sido penalizada por uma crise imobiliária sem precedentes e o elevado desemprego entre os jovens. Lusa

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau