Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
24.9 ° C
24.9 °
24.9 °
94 %
5.1kmh
20 %
Sáb
26 °
Dom
26 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaPreço das fracções habitacionais em queda

      Preço das fracções habitacionais em queda

      Desde 2019 que o preço médio por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais tem vindo a cair. Em 2023, o preço era de 93.500 patacas por metro quadrado, enquanto há cinco anos era de 107.522. Os dados foram divulgados ontem pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), onde se pode verificar que o preço do ano passado desceu 0,9% em comparação com o de 2022.

      O preço médio por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais na península de Macau (89.956 patacas) caiu 3,4%, enquanto os preços médios na Taipa (97.367 patacas) e em Coloane (107.512 patacas) cresceram 5,6% e 1,3%, respectivamente.

      O preço médio por metro quadrado das fracções autónomas habitacionais de edifícios construídos (92.348 patacas) decresceu 0,1% e o das fracções autónomas habitacionais de edifícios em construção (122.848 patacas) desceu 21%.

      Quanto às fracções autónomas não habitacionais, o preço médio por metro quadrado das fracções autónomas destinadas a escritórios (89.035 patacas) aumentou 5,4%, face a 2022, porém, o das fracções autónomas industriais (47.238 patacas) diminuiu 1,9%.

      Em comparação com 2019, o preço médio por metro quadrado (área útil) das fracções autónomas habitacionais baixou 13%, o das fracções destinadas a escritórios e o das fracções industriais decresceram 17,9% e 14,1%, respectivamente.

      Os dados da DSEC mostram também que, no ano passado, foram transaccionadas, com base no imposto de selo cobrado, 4.416 fracções autónomas e lugares de estacionamento pelo valor de 23,23 mil milhões de patacas, os quais baixaram 2,8% e 5,9%, respectivamente, em termos anuais. Em comparação com 2019, o número de fracções autónomas habitacionais transaccionadas e o valor diminuíram 65,2% e 64,2%, respectivamente.

      O preço médio por metro quadrado (área útil) das fracções autónomas destinadas a escritórios foi de 75.454 patacas e o das fracções autónomas industriais cifrou-se em 44.985 patacas, tendo descido 10,2% e 9,2%, respectivamente, em termos trimestrais.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau