Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaVisitantes gastam mais dinheiro em Macau

      Visitantes gastam mais dinheiro em Macau

      Ao longo do período do Ano Novo Lunar, que agora termina, os visitantes que chegaram a Macau gastaram mais 20% a 30% em comparação com os feriados do fim do ano passado, indicou um responsável da Associação da Indústria de Restauração de Macau (Macau Catering Industry Association, em inglês). Por outro lado, o elevado número de turistas também está a afectar a vida quotidiana dos residentes, alertou uma associação de moradores da Taipa.

       

      O responsável da Associação da Indústria de Restauração de Macau (Macau Catering Industry Association, em inglês) afirmou, citado pelo jornal Ou Mun, que os visitantes que chegaram a Macau ao longo dos dias do Ano Novo Chinês gastaram mais 20% a 30% em comparação com os feriados de Dezembro do ano passado.

      A associação assinalou que, nestes dias, o fluxo de visitantes nas zonas turísticas foi robusto e que os estabelecimentos de comidas ligeiras foram os preferidos, com os visitantes a privilegiarem as refeições que podem ser consumidas na rua, enquanto passeiam.

      Por outro lado, uma associação de moradores da zona da Taipa velha alertou para o número de visitantes que atravessam as ruas ilegalmente em horas de grande tráfego, considerando que a situação constitui “um potencial risco de segurança”. Uma zona pedonal temporária na zona antiga da Taipa foi aberta durante o período do Ano Novo Lunar, mas algumas pessoas criticaram a medida, dizendo que afectou a vida dos moradores da zona, fazendo com que demasiados visitantes circulem na área.

      Esta zona pedonal situa-se na área entre o cruzamento da Rua de Fernão Mendes Pinto com a Rua do Supico (em frente à paragem de autocarros da Piscina do Carmo) e o cruzamento da Rua Correia da Silva com a Rua Governador Tamagnini Barbosa (Museu da História da Taipa e Coloane), abrangendo o troço compreendido entre a Calçada do Quartel e a Avenida de Carlos da Maia. A medida está em vigor até ao dia 18 deste mês

      Além disso, a zona pedonal também fez com que os autocarros que por ali passavam fossem desviados, causando incómodo noutras zonas da Taipa, queixaram-se os moradores. Assim, é sugerido que se pondere a introdução de autocarros designados para os locais turísticos nos fins-de-semana e feriados, de modo a que os residentes e os turistas possam escalonar as suas deslocações nos transportes públicos. O responsável da associação afirmou mesmo que, como os residentes e os turistas viajam para destinos diferentes, devem ser introduzidos autocarros panorâmicos para visitantes.

      Por fim, a Associação da Indústria de Restauração de Macau reconhece que a chegada em força dos turistas, após três anos de restrições impostas pelo Governo, tem beneficiado a recuperação económica, mas essa retoma não tem chegado a todas as zonas. Na zona Norte, por exemplo, a actividade económica ainda é fraca, por isso instou as autoridades a desviar os fluxos de turistas para zonas menos turísticas, de forma a beneficiar a generalidade dos negócios, independentemente da zona onde se situam.